Advances in Heart Failure 2020 - 3rd Porto Meeting (online)

É com a intervenção de um vasto conjunto de especialistas que se realiza, dias 18 e 19 de setembro, a 3.ª edição de Porto Meeting, reunião dedicada em exclusivo ao debate sobre os avanços na insuficiência cardíaca.

A iniciativa, presidida por José Silva-Cardoso e Elisabete Martins, decorrerá em formato virtual, estando a organização a cargo da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP).

"A insuficiência cardíaca é a primeira causa de internamentos acima dos 65 anos em Portugal. Tem um prognóstico pior que a maior parte dos cancros." São apenas dois exemplos dados por José Silva-Cardoso para ilustrar a a "situação muito grave" da insuficiência cardíaca.

Em declarações à Just News, o coordenador do Grupo de Cardiologia da Unidade Curricular de Doenças Cardiovasculares da FMUP adverte: "O facto é que que a insuficiência cardíaca, que assume uma cada vez maior relevância, não tem tido uma atenção que clara e desesperadamente, com urgência, necessita!"

Na sua opinião, "isso ocorre porque até há muito pouco tempo este problema de saúde pública major não era conhecida dos decisores políticos nem do público em geral. As pessoas não sabem ainda muito bem o que é a insuficiência cardíaca e quais os seus sintomas e a sua relevância".

José Silva-Cardoso vai ainda mais longe, reconhecendo que "mesmo muitos médicos não estavam muito sensibilizados para esta questão".


Emília Moreira (coordenadora executiva do evento), Elisabete Martins e José Silva-Cardoso (presidentes da Advances in Heart Failure)


Uma reunião com mais de uma década


Apesar de se tratar da 3.ª edição, a reunião que decorrerá nos dias 18 e 19 de setembro teve a sua génese há vários anos, conforme explica José Silva-Cardoso:

"A Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, nomeadamente, o Grupo da Cardiologia, ponderou há mais ou menos um ano que estaria na altura de retomarmos aquelas reuniões que tínhamos feito há mais de uma década atrás, e com uma morfologia semelhante."

Assim, este evento, que é "o primeiro da segunda série destas reuniões", passará a decorrer três semanas após a realização do Congresso Europeu de Cardiologia, sendo o motivo facilmente explicável: "É o congresso mais importante a nível mundial e, obviamente, as grandes novidades na área da insuficiência cardíaca são aí transmitidas."

Avanços e novidades, sem receio de "ser controverso e ir mais além"

O tema escolhido - Advances in Heart Failure - pretende retratar o foco em "comunicar os avanços que ocorreram ao longo do último ano da área da insuficiência cardíaca, alguns dos quais justamente comunicados no Congresso Europeu de Cardiologia".

José Silva-Cardoso refere que "são tipicamente notícias muito novas, sobre áreas controversas ou onde há um pensamento ainda não muito claro sobre o assunto".

Desta forma, considera que "há lugar em outras reuniões para discutir, amadurecer, divulgar coisas que já são dadas como núcleo central da insuficiência cardíaca", mas sublinha: "Nós queremos ir mais além."

Ou seja, o objetivo passa por promover uma reflexão e debate aberto, sem receio de abordar "as áreas emergentes, as áreas de grande mudança ou aquilo sobre o qual há controvérsia".

O professor associado no Departamento de Medicina da FMUP e investigador principal do grupo de investigação CardioCare, do CINTESIS,  faz mesmo questão de assumir claramente o formato disruptivo da reunião:

"Nós queremos criar controvérsia, queremos debate. Pensar para além do que está estabelecido! Isso é a alma desta reunião!"



O programa final pode ser consultado aqui.

A inscrição (gratuita) pode ser efetuada aqui.


Imprimir