Conferência do European Forum for Primary Care 2017

Portugal vai receber, pela primeira vez, uma conferência do EFPC - European Forum for Primary Care, promovida em parceria com a Associação Nacional das Unidades de Saúde Familiar (USF-AN) e com o apoio de outras entidades. A cidade do Porto recebe, de 24 a 26 de setembro, este evento, que decorrerá sob o lema: "A saúde vista como um compromisso social de todos e para todos, de cada um e para cada um - simultaneamente singular e plural". 

Em declarações à Just News, André Biscaia, presidente da Comissão Científica Portuguesa, afirma que a Conferência se vai realizar "num momento em que se discutem vários dos sistemas de saúde no Mundo, em que mudanças políticas colocam em causa os modelos sociais atuais e que, em Portugal, se tentam lançar estratégias para uma maior participação cidadã na Saúde".

Nesse sentido, o médico de Família da USF Marginal do ACES de Cascais acrescenta que a reunião "vai trazer preletores de toda a Europa e estimular a discussão sobre como se pode promover a participação cidadã de todos na Saúde para que se possa alcançar um compromisso social pela ´saúde para todos`".



Adianta ainda que nesta Conferência os utilizadores dos serviços de saúde e pessoas com doença "também serão preletores".

Segundo o responsável, estarão também debate questões como "a contratualização adequada de serviços, a construção de políticas adaptativas como instrumentos fundamentais para se alcançar a felicidade e o bem-estar individuais e coletivos". O tema da conferência anterior, sobre cuidadores informais, "também terá continuidade numa sessão, assim como a ´Saúde do Mediterrâneo` e uma grande sessão sobre Portugal, com a participação do ministro da Saúde de Portugal".



A lista de oradores convidados é extensa e inclui personalidades como Constantino Sakellarides, professor emérito da Escola Nacional de Saúde Pública, Rui Moreira, da Câmara Municipal do Porto, e Nicola Bedlington, secretário-geral da European Patients Forum.

"Um grande acontecimento" 

Questionado sobre a real importância e impacto de Portugal acolher, pela primeira vez, este evento, o médico recorda que o EFPC "é uma organização europeia multiprofissional que agrega uma série de organizações ligadas aos Cuidados de Saúde Primários com o objetivo de melhorar a saúde da população através da promoção de cuidados de saúde primários fortes".

Assim, trata-se de uma organização "com muita influência nas políticas de saúde europeias e mundiais e a escolha de Portugal para uma das suas conferências vai trazer muita visibilidade a Portugal". E salienta: "A Conferência promete ser um grande acontecimento para os cuidados de saúde primários Portugueses e Europeus".


Podem ser consultadas mais informações aqui.
A inscrição pode ser efetuada aqui.


Imprimir