Opinião

LifeSaving, um projeto de futuro


Sérgio Menezes Pina

Editor de Ética e Deontologia da revista LifeSaving


A equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Faro e Albufeira, em atividade há quase 20 anos, é constituída por profissionais com longos anos de experiência na intervenção urgente e emergente no contexto pré-hospitalar.

Para a manutenção da excelência da sua ação, a equipa identificou como prioridade a formação e atualização científica, de forma a disponibilizar à população algarvia um serviço médico não apenas de qualidade, mas de referência numa área em constante evolução.

Médicos e enfermeiros da VMER mobilizaram-se no sentido de rever e compilar a informação mais pertinente, elaborando protocolos de atuação e realizando artigos de opinião sobre temas não consensuais.

Esse processo de formação conjunta não foi fácil, os operacionais depararam-se com a informação dispersa em centenas de fontes, alguma com baixa qualidade e, frequentemente, não voltada especificamente para o contexto pré-hospitalar. É marcante a ausência de publicações exclusivas nesta área do conhecimento médico.

Foi feita a discussão conjunta, seleção e compilação do material científico produzido, com posterior distribuição destas novas ferramentas pelos elementos da equipa.

Tornou-se manifesto que a partilha do conhecimento reunido, para além de fomentar o espírito de grupo e a diferenciação técnica da equipa do Algarve, poderia beneficiar operacionais de outros centros, o que motivou a criação da newsletter LifeSaving – uma publicação trimestral, globalizante, com publicações transversais a todos os profissionais de emergência pré-hospitalar. O primeiro número foi divulgado a 5 de agosto de 2016.

Foi evidente que esta publicação veio colmatar uma falha há muito sentida, que se materializou num crescimento exponencial de visualizações e partilhas nas várias plataformas disponibilizadas para o efeito.



Os números lançados são o fruto do trabalho da VMER de Faro e Albufeira, sob a orientação do seu coordenador médico e editor chefe, que utilizou o expertise dos seus profissionais e, em áreas específicas, soube convidar nomes de relevo para discutir tópicos de interesse para quem está diariamente no terreno.

Com edições generalistas e outras tendencialmente subordinadas a temáticas concretas, como sejam situações de trauma, ventilação pré-hospitalar, abordagem da via aérea ou gestão de cenários multivítimas, a LifeSaving folheia-se através de diversos capítulos da responsabilidade de 22 editores adjuntos, o que permite dissecar o assunto abordado de forma fácil e didática.

A opção de uma publicação exclusivamente virtual foi ganha pela possibilidade de inclusão de ligações virtuais e pela celeridade no processo de edição, mas, fundamentalmente, pela rapidez com que a LifeSaving pode ser partilhada entre os interessados. A presença em múltiplos sites, entre os quais https://issuu.com/lifesaving, bem como uma posição vincada nas redes sociais, permite uma grande proximidade dos leitores.

O Centro Hospitalar do Algarve soube reconhecer o caráter inovador desta publicação e a sua importância estratégica na melhoria constante dos seus serviços, apostando na sua divulgação e crescimento, com o registo da marca e a criação da revista LifeSaving.



Para o futuro, resta aproveitar o ímpeto criado, podendo os leitores esperar novas rubricas, a possibilidade de aceitação de artigos externos com peer review e, principalmente, a mesma dedicação da equipa de edição na manutenção da qualidade científica e relevância técnica com que a LifeSaving tem habituado os seus leitores.




Artigo da edição de setembro do Hospital Público

Imprimir