29.as Jornadas de Cardiologia, HTA e Diabetes de Almada acolhem mais de 750 participantes

Com mais de 750 participantes e organizadas pelo 29.º ano consecutivo por Manuel Carrageta, juntamente com a sua equipa e com a Medicina Geral e Familiar, esta edição das Jornadas de Cardiologia, HTA e Diabetes de Almada fez uma atualização exaustiva dos avanços científicos, que ocorrem ao longo do ano, nestas três áreas. 


“Esta não é uma reunião para, mas com médicos de família. Estes profissionais têm, desde o início, um papel bastante ativo na elaboração do programa e na comunicação de aspetos científicos”, refere o presidente da Comissão Organizadora. E acrescenta: “Há uma participação muito pronunciada dos médicos de família, em conjunto com os médicos de Cardiologia e de Medicina Interna.”


Manuel Carrageta destaca, entre as diversas conferências, a atribuição do Prémio Dr. Mário Moura ao melhor caso clínico - uma parceria da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar e da Fundação Portuguesa de Cardiologia -, assim como as sessões de casos clínicos apresentados por internos. O evento decorreu no Hotel do Mar, em Sesimbra, de 16 a 18 deste mês.

Imprimir