2ª Semana Europeia de Sensibilização para o Cancro de Cabeça e Pescoço

O Grupo de Estudos do Cancro de Cabeça e Pescoço (GECCP) vai organizar, dia 24 de setembro, um “Dia Aberto” em Lisboa, no Jardim do Campo Grande, das 11h00 às 14h30. Serão efetuados diagnósticos gratuitos por médicos especialistas ao cancro de cabeça e pescoço. A iniciativa insere-se no âmbito da 2ª Semana Europeia de Sensibilização para o Cancro de Cabeça e Pescoço, que decorre entre os dias 22 e 26 de setembro.

Todas as pessoas que apresentem um dos seguintes sintomas, por mais de 3 semanas, podem ser avaliadas por um médico especialista:
    Língua dorida ou com úlceras
    Rouquidão persistente
    Nariz entupido ou com hemorragias nasais
    Dificuldade ao engolir
    Caroços no pescoço

“Todos os anos surgem entre 2.500 a 3.000 novos casos por ano em Portugal. É uma doença que afecta maioritariamente pessoas a partir dos 40 anos, mas que tem vindo a atingir os mais jovens. O consumo excessivo de tabaco e álcool são os factores de risco preponderantes para o aparecimento desta doença, explica Jorge Rosa Santos, presidente do GECCP, acrescentando: “Quanto mais cedo detectarmos a doença, maior a probabilidade de cura”.

Além de Portugal, a Semana Europeia de Sensibilização para o Cancro de Cabeça e Pescoço é assinalada em Espanha, Itália, Alemanha, França, Inglaterra, Polónia, Turquia, Dinamarca, Finlândia e Holanda.

Sobre o GECCP:
O GECCP foi criado em 20 de julho de 2010, com o objectivo de promover, apoiar, colaborar e/ou realizar iniciativas de carácter formativo e educacional, técnico, científico, investigacional, deontológico e ético no âmbito dos tumores de Cabeça e Pescoço. Um dos objectivos do GECCP passa por promover comportamentos saudáveis e a prevenção de doenças como o Cancro de Cabeça e Pescoço que está, entre outros factores, ligada ao consumo de álcool e tabagismo.




Sobre o Cancro de Cabeça e Pescoço:
Em Portugal, os carcinomas da cabeça e pescoço são a  4ª patologia com maior incidência em Portugal em indivíduos do sexo masculino, isto se agruparmos as diferentes localizações (laringe, faringe, cavidade oral e nasofaringe).
Esta doença mata 3 portugueses por dia. Todos os anos registam-se mais de 2.500 novos casos em Portugal, sendo 85% das vítimas fumadores ou ex-fumadores.
O cancro da cabeça e do pescoço é o sexto cancro mais comum a nível mundial. Só na Europa, estima-se que existam cerca de 143.000 casos de cancro da cabeça e do pescoço, ocorrendo mais de 68.000 mortes em cada ano. Estimativas para 2020 indicam que a incidência do cancro da cabeça e pescoço aumentará 30%, devido ao crescimento e envelhecimento da população mundial.

Imprimir