A adolescência é um período de grandes alterações, «que, por si só, já representa um desafio»

Os adolescentes, sobretudo com doença crónica, representam um dos atuais desafios da Pediatria, mas também da Medicina Geral e Familiar, que tem um papel importante no seu seguimento. Em entrevista à Just News, Maria do Céu Machado, diretora do Departamento de Pediatria do Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN), considera que os profissionais devem utilizar o Boletim de Saúde Infantil como instrumento de comunicação e defende que a Medicina deve ser compreensiva, de proximidade e de oportunidade.

“Na definição da OMS, a criança desenvolve-se até aos 18 anos e a adolescência é um período de grandes alterações físicas, psicológicas e sociais, que só por si já representam um desafio”, afirma, acrescentando que, adicionalmente, o adolescente com doença crónica recusa ou interrompe muitas vezes a terapêutica como forma de afirmação.

Por outro lado, segundo refere, há evidência de que a transição para o especialista de adultos é acompanhada de perdas em saúde, tendo, neste aspeto, o especialista em MGF uma intervenção muito importante.



Para a pediatra, a Saúde Mental nesta faixa etária é preocupante. “Cada vez há mais adolescentes com problemas que procuram a urgência, mas que deveriam ter resposta na comunidade”, observa. E continua: “Também aumentou o acesso a medicamentos, nomeadamente ansiolíticos e antidepressivos, prescritos aos próprios ou à família e, neste caso, utilizados indevidamente.”

Além disso, pelas características próprias da reconfiguração cerebral, com a maturação do córtex frontal mais tardia, os adolescentes têm, de acordo com Maria do Céu Machado, uma sensação de invulnerabilidade e não têm capacidade de medir os riscos, sofrendo assim mais acidentes.



As declarações de Maria do Céu Machado à Just News fazem parte de uma entrevista publicada na edição de julho do Jornal Médico dos Cuidados de Saúde Primários, no âmbito de um Dossier dedicado à Pediatria e onde colaboram duas dezenas de profissionais do Departamento de Pediatria do Centro Hospitalar Lisboa Norte. É abordada uma grande variedade de temas relacionados com a criança, incluindo o período da adolescência.

Imprimir