«Criar pontes com as várias especialidades para uma melhor gestão integrada do doente»

“O médico de família está numa posição privilegiada para relançar a recuperação dos doentes, sobretudo os não-covid. Deem-nos tempo e condições, senão é inevitável o desgaste e a frustração.” As palavras são de Manuel Viana, copresidente das II Jornadas Multidisciplinares de MGF, e foram proferidas, hoje, na sessão de abertura.

Num evento online, que conta com um número impressionante de 1600 inscritos, reunindo logo na primeira mesa redonda cerca de 500 participantes, o médico de família falou dos desafios que a especialidade tem enfrentado nos últimos meses por causa da pandemia da covid-19.

Manuel Viana relembrou, assim, que, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística, entre 2 de março e 18 de outubro deste ano, registaram-se mais de 7936 mortes comparativamente a períodos homólogos dos últimos 5 anos, "sendo que dois terços são por causas não-covid".


Rui Costa, Paulo Pessanha e Manuel Viana

Na sua opinião, o especialista em MGF, conhecendo os seus utentes ao longo do ciclo de vida, "está em condições de poder ter um papel importante na educação para a saúde, prevenção da doença, adesão do tratamento na doença crónica e alerta para os sinais mais alarmantes".

"De médicos de família para médicos de família de diferentes gerações"

O responsável, que copreside ao evento com Paulo Pessanha e Rui Costa, reconheceu que a realização das Jornadas online não é o desejável, mas “as circunstâncias e a responsabilidade assim o obrigam”, acrescentando:

“Somos médicos, humanos, tratamos problemas humanos, não somos máquinas, esperamos que este ano seja de transição e que no próximo estejamos aqui, presencialmente, e em força.”

Enalteceu ainda este evento que, como referiu, é “de médicos de família para médicos de família de diferentes gerações, com o objetivo último de quebrar barreiras e criar pontes e canais de comunicação com as várias especialidades, para uma melhor gestão integrada do doente”.

“O vosso trabalho tem sido extraordinário”

Diretamente do Centro Hospitalar Universitário de São João, num intervalo entre consultas, marcou presença o Bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães. Começando por elogiar as Jornadas por serem “seguramente um local de troca de experiências e de formação continuada”, o representante dos médicos teceu críticas às autoridades de saúde pela mobilização dos médicos de família para tarefas da Trace Covid e em lares. 


Miguel Guimarães

“Os cuidados de saúde primários (CSP) são a grande porta de entrada no Serviço Nacional de Saúde (SNS) e estes profissionais não podem estar amarrados apenas a funções na área da covid.”

Miguel Guimarães defendeu mesmo que “este é o momento ideal para libertar os médicos de família” dessas tarefas, para se dedicarem às suas competências, sobretudo na atual fase ascendente do número de infetados.

Teceu assim elogios ao papel dos CSP em plena pandemia, apesar de nem sempre terem as condições necessárias e de a maioria da população ter a ideia errada de terem sido abandonados. “O vosso trabalho tem sido extraordinário e os melhores indicadores nesta pandemia, como a baixa taxa de letalidade a nível europeu e internacional, tem a ver com o que têm feito.”

"O nosso trabalho é salvar vidas, sem deixar ninguém para trás"

Continuando, o Bastonário lançou o que disse ser um desafio: “Temos que ser solidários e humanos uns com os outros e com os doentes, porque o nosso objetivo não é apenas combater a covid ou trabalhar para que Portugal tenha melhores números que outros países, mas para salvar vidas e oferecer melhores cuidados de maior proximidade, sem deixar ninguém para trás.”

Finalizando, alertou para o aumento de casos de burnout e de sofrimento ético, situações que, na sua perspetiva, têm sido “completamente ignoradas” pelas autoridades”.

Na sessão estiveram também os copresidentes Rui Costa e Paulo Pessanha.


Elementos da Comissão Organizadora das Jornadas



Notícia publicada no Jornal das II Jornadas Multidisciplinares de MGF, distribuído aos 1600 profissionais inscritos no evento.


seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir