Abertura de candidaturas para investigação em contraceção

Já estão abertas as candidaturas à 4ª edição do Prémio em Contraceção 2015, promovido pela Sociedade Portuguesa de Contraceção (SPDC) e pela multinacional farmacêutica Gedeon Richter. Os projetos podem ser enviados até dia 31 de julho. O prémio visa distinguir estudos de investigação na área da saúde sexual e reprodutiva e impulsionar a investigação nacional.

Os autores do trabalho vencedor serão premiados com o montante de 6 mil euros. Podem candidatar-se licenciados, profissionais de saúde ou educação na área da saúde sexual e reprodutiva, sócios da SPDC.

A direção da SPDC afirma que, “Em Portugal, os apoios à investigação são muito escassos. Os profissionais de saúde procuram desenvolver investigação na área da saúde sexual e reprodutiva em condições muito difíceis, pelo que pretendemos que esta iniciativa seja um incentivo à investigação nesta área tão importante na vida da população.”

“Queremos promover a inovação e investigação nacional e continuar a incentivar os profissionais portugueses no desenvolvimento de projetos que permitem criar respostas que vão ao encontro das necessidades da população no que diz respeito à sua sexualidade e saúde reprodutiva”, refere Daniel Pereira da Silva, medical advisor da Gedeon Richter Portugal.

A entrega do 4º Prémio em Contraceção, vai decorrer na 5ª Reunião Anual da Sociedade Portuguesa de Contraceção, que se realiza de 25 a 26 de setembro de 2015, em Lisboa.

Em 2014, o 3º Prémio em Contraceção foi atribuído ao trabalho “Adolescentes e Contraceção de Longa Duração - Satisfação e continuação no primeiro ano de utilização”, grupo constituído por Lúcia Correia, Ana Marujo, Inês Antunes, Isabel Martins, Fátima Palma e Maria José Alves da Maternidade Alfredo da Costa.

As candidaturas podem ser enviadas para o email spdcontracepcao@gmail.com. Os trabalhos vão ser avaliados por um júri nomeado pela SPDC, constituído por cinco médicos diferenciados na área da saúde reprodutiva.

Imprimir