Albufeira recebe 8.as Jornadas de Prevenção do Risco Cardiovascular

As 8.as Jornadas de Prevenção do Risco Cardiovascular têm lugar ontem e hoje. O evento, presidido por Pedro Marques da Silva, realiza-se no Centro de Congressos Santa Eulália, em Albufeira, e conta com cerca de 300 inscrições.

Em declarações à Just News, Pedro Marques da Silva refere que nesta edição houve preocupação de analisar e discutir as recomendações publicadas este ano, particularmente na área da hipertensão, das dislipidemias e da diabetes, procurando consolidar conhecimentos de modo a tornar mais efetiva a prática médica.

De acordo com o presidente das Jornadas, “muitas vezes estas diretrizes são fruto de alguma contestação porque parecem difíceis de se confirmar na prática clínica”. Por este motivo, afirma, “merecem uma profunda reflexão para podermos objetivamente procurar fazer a prática clínica com a melhor evidência científica”.

Para Pedro Marques da Silva, “a prevenção cardiovascular é um projeto que deve interessar não só aos médicos, mas a todos os técnicos de saúde e, particularmente, à população que vai ser objeto dessa atenção”.

Neste sentido, adianta, “quisemos homenagear a Fundação Portuguesa de Cardiologia através do seu presidente, Manuel Carrageta, por se tratar de uma estrutura que, estando no terreno, se relaciona com o doente, os familiares, o médico e com o os organismos da tutela de forma a favorecer as melhores práticas de prevenção cardiovascular e as melhores atitudes em saúde”.

Esta homenagem acontece numa altura em que a Fundação Portuguesa de Cardiologia esteve muito envolvida em elevar a dieta mediterrânica a Património Cultural Imaterial da Humanidade, projeto conseguido e que tem como objetivo contribuir para a modificação dos estilos de vida, um aspeto fundamental para a prática da prevenção cardiovascular.

A Just News esteve presente nas Jornadas e disponibiliza para consulta várias fotografias, acessíveis aqui.

Imprimir