«Almoço Virtual» educa crianças do Hospital de Santa Maria para uma alimentação saudável

As crianças seguidas no Hospital de Santa Maria/Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN) puderam, esta sexta-feira, entrar no “Autocarro do Almoço Virtual” e escolher a sua refeição, como se de um self-service se tratasse. Este é um projeto de educação para a saúde e visa promover a informação e o espírito crítico das crianças e adolescentes, no sentido de efetuarem escolhas alimentares saudáveis.



Salientando que este tipo de iniciativas é, sem dúvida, uma mais-valia na educação, não só das crianças e jovens, mas também da sua família, Helena Fonseca, coordenadora da Consulta de Obesidade Pediátrica do CHLN, afirmou que este é um “projeto pedagógico, muito lúdico e extremamente palpável”.



“É uma iniciativa muito apelativa para os miúdos e muito mais motivadora do que um discurso de um profissional sobre alimentação saudável que, conforme é sabido, tem pouca adesão do ponto de vista de mudanças reais. Os seus mentores estão de parabéns, penso ser esta uma via para se conseguir chegar às crianças e fazer a promoção de uma alimentação saudável”, mencionou.

E concluiu: “Todos em conjunto, sociedade civil e científica, podemos desenvolver mais projetos e de mais qualidade e considero que o ‘Almoço Virtual’ é um excelente exemplo, uma vez que teve na sua génese pessoas com experiência na área.”



Clara Guapo, do Grupo Keypoint, responsável pelo projeto, contou que o mesmo tem vindo a ser implementado em escolas da Grande Lisboa e, ainda, em alguns locais públicos, como foi já o caso do Jardim Zoológico. 


“Estamos agora no Hospital de Santa Maria, junto à Consulta de Pediatria, para fazer perceber aos meninos não apenas aquilo que devem comer, mas também quais as consequências das suas más escolhas num futuro próximo”, afirmou.

E acrescentou: “Fazer isto de forma interativa foi sempre a nossa ideia, para que mais facilmente possam entender e tirar conclusões importantes.”



Esta é uma iniciativa do Grupo Keypoint que, em parceria com a Direção-Geral da Saúde e com a Janssen, acolhe as crianças ou adolescentes num autocarro com um self-service onde podem encontrar réplicas dos alimentos preferidos dos mais jovens. O objetivo é mostrar-lhes que é possível fazer escolhas alimentares racionais, tendo em conta critérios como custo e valores nutricionais, calóricos e proteicos. O autocarro tem ainda um quizz sobre a composição nutricional dos alimentos.


Helena Fonseca e Clara Guapo.





Imprimir