Iniciativa da APAH vai promover o «mérito em administração hospitalar»

A Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH) vai lançar, dia 29 de setembro, com o apoio da Gilead, o Prémio Margarida Bentes, que visa distinguir o "mérito em administração hospitalar". A sessão de apresentação do prémio terá lugar no dia 29 de setembro, a partir das 9h30, na Escola Nacional de Saúde Pública.

Esta iniciativa da APAH visa "incentivar a produção de evidência científica, produzida no âmbito da atividade de gestão desenvolvida em entidades centrais do Ministério da Saúde e em instituições prestadoras de cuidados de saúde, públicas e privadas". A Associação pretende também que o Prémio Margarida Bentes "permita a edificação de conhecimento, que suporte a definição de estratégias e posicionamentos sólidos da APAH em matérias de gestão de saúde".

Em comunicado, é ainda explicado que "cada lançamento será antecedido pela realização de uma Conferência subordinada ao tema selecionado nessa edição". Este ano, a conferência é dedicada ao tema: "Integração de Cuidados".

A apresentação do Prémio Margarida Bentes estará a cargo de Marta Temido, presidente da APAH, que, de seguida, irá moderar a conversa com Nazaré Reis e Manuel Delgado, ex-colegas de Margarida Bentes, "que darão a conhecer aos presentes a vertente mais humana e a mais profissional desta".

No âmbito do Prémio Margarida Bentes, as candidaturas apresentadas serão submetidas à apreciação de uma Comissão de Avaliação, este ano constituída por Ana Sofia Ferreira, Sílvia Lopes e Vasco Reis, que terá a responsabilidade de selecionar as candidaturas consideradas relevantes para a temática escolhida para esta 1ª edição.

O lançamento do prémio enquadra-se no âmbito da missão da APAH, que passa por apoiar os administradores hospitalares "no desenvolvimento e implementação de elevados padrões de exercício profissional, nos múltiplos contextos organizacionais onde desempenham funções", tal como a própria entidade sublinha.

 


Sobre Margarida Bentes:

Licenciada em economia pelo ISEG e pós-graduada em Administração Hospitalar pela ENSP/UNL, Margarida Bentes trabalhou no Sistema de Informação para a Gestão dos Serviços de Saúde (SIGSS), depois no Instituto de Gestão Informática e Financeira do Ministério da Saúde (IGIF) e, mais tarde, na Administração Central do Sistema de Saúde, I.P. (ACSS), tendo sido presidente do Conselho de Administração deste organismo. Foi presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo e Diretora-geral da IASIST Portugal.

Grande conhecedora do Sistema de Pagamento Prospetivo (SPP), através dos Grupos de Diagnósticos Homogéneos (GDH), foi, juntamente com a equipa coordenada por João Urbano, dinamizadora da implementação do projeto dos GDH em Portugal.

Imprimir