KRKA

Bernardo Barahona Corrêa é o novo diretor científico do CADIn - Centro de Apoio ao Desenvolvimento Infantil

O CADIn - Centro de Apoio ao Desenvolvimento Infantil anunciou hoje que o psiquiatra Bernardo Barahona Corrêa, um dos mais antigos profissionais de saúde do Centro "e um reconhecido especialista e investigador na área das Neurociências", é o novo diretor científico.

Licenciado e doutorado em Medicina pela Nova Medical School - Faculdade de Ciências Médicas, o percurso profissional de Bernardo Barahona Corrêa passa pela sua ligação ao CADIn e pela investigação científica aplicada ao estudo das perturbações de Neurodesenvolvimento. Co-autor de vários artigos para publicações especializadas como a European Psychiatry e The British Journal of Psychiatry, Bernardo Barahona Corrêa pertence ainda à equipa de investigação do Estudo Epidemiológico Nacional de Saúde Mental.

Para Bernardo Barahona Corrêa, “a missão do CADIn no tratamento de crianças e jovens com perturbações do Neurodesenvolvimento é cada vez mais decisiva, principalmente quando identificado em fases precoces do seu crescimento".

Nesse sentido, acrescenta o responsável, "queremos que a investigação e o acompanhamento se complementem cada vez mais, de forma a garantir um apoio sustentado, não apenas às crianças com necessidades especiais mas também aos pais, professores e profissionais de saúde que convivem diariamente com esta realidade".

Criado em 2003, o CADIn assume-se como "o primeiro centro em Portugal dedicado ao tratamento e estudo das perturbações do Neurodesenvolvimento". As famílias encontram no CADIn uma equipa de profissionais especializados no diagnóstico e tratamento das perturbações do neurodesenvolvimento, que acredita que "cada pessoa tem direito aos melhores cuidados para poder realizar todo o seu potencial, em quaisquer circunstâncias e estágios de vida".

Imprimir


Próximos eventos

Ver Agenda