My Servier

Internistas lançam campanha para lembrar que «os idosos são valiosos»

“O idoso não é necessariamente doente, demente e dependente e os profissionais de saúde devem sensibilizar a família para este facto”, afirma João Gorjão Clara, coordenador do Núcleo de Estudo de Geriatria (NEGERMI) da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI). O geriatra falou à Just News sobre a campanha “Os Idosos são Valiosos”, lançada, ontem, no dia que antecedeu o Dia Mundial dos Avós.

Da responsabilidade do NEGERMI da SPMI, a iniciativa tem como objetivos principais desmistificar os preconceitos associados à idade avançada e alertar para os maus-tratos a que são sujeitos, quer físicos como psicológicos.

“Todos os dias são feitas 4 a 5 queixas de violência contra os mais velhos na Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV), mas muitas mais ficam por fazer por pudor ou medo. E 33% têm como agressor um familiar”, salienta João Gorjão Clara.

Apesar da iniciativa ter como principal foco a população geral, a mensagem também se destina, de alguma forma, aos profissionais de saúde ou não estivessem também eles integrados na sociedade. “Não nos devemos cingir a tratar da saúde física e psicológica, mas também estar atentos a possíveis carências e maus-tratos a que são sujeitos e que, obviamente, têm repercussões na sua saúde global.”


João Gorjão Clara

Sendo dos rostos mais associados à Geriatria em Portugal, relembrou como é essencial apostar-se em unidades geriátricas, como já existem há algumas décadas noutros países, e que permitem olhar para o idoso de uma forma mais holística.

“Os mais velhos têm determinadas particularidades e os profissionais de saúde devem ter conhecimento das mesmas, porque isso tem implicações a vários níveis, tais como na prescrição de medicamentos", refere o médico.

Continuando: “Todos os hospitais e centros de saúde deveriam ter uma consulta multidisciplinar de Geriatria, para que se pudesse ver a pessoa no seu todo, não se olhando apenas para a doença. Um dos pontos é precisamente a avaliação social, por parte de uma assistente social, que permite, entre outras coisas, perceber se existem maus-tratos.”

Associada a esta necessidade, está também a desmistificação do que é chegar a uma idade avançada. “Não têm que ser obrigatoriamente incapazes e dependentes. Há muitos exemplos de pessoas que se mantêm ativas: o politólogo Adriano Moreira, o cardiologista Fernando Pádua, o ator Rui Carvalho…”

João Gorjão Clara espera também que a mensagem de que os idosos são valiosos chegue também às crianças, para que, "desde cedo, aprendam a respeitar os mais velhos".

A campanha, com a duração de um ano, conta com a participação de 39 personalidades de diversos quadrantes da sociedade portuguesa, nomeadamente o Presidente da República, e a nível internacional, do Papa Francisco. Todas elas contribuíram com frases que serão dadas a conhecer nas redes sociais, na Rádio Renascença e na RTP.

De acordo com João Gorjão Clara, o NEGERMI pretende reunir todas estas contribuições num livro, "que será publicado antes do fim da campanha".


Imprimir


Próximos eventos

Ver Agenda