Cancro da cabeça e do pescoço: campanha alerta para os sinais precoces da doença

A Sociedade Europeia de Cabeça e Pescoço (EHNS) anunciou o lançamento da 3ª Semana de Sensibilização para o Cancro de Cabeça e Pescoço, que se assinala entre 21 e 25 de setembro e junta 14 países. Durante esta semana, realizam-se várias ações que promovem a educação para a prevenção, sinais e sintomas da doença, tanto junto dos doentes como dos profissionais de saúde.

Anualmente, 350.000 pessoas são diagnosticadas com cancro de cabeça e pescoço por toda a Europa e mais de metade destas pessoas não sobreviverá após 5 anos. Contudo, quando diagnosticado e tratado numa fase inicial, os doentes podem ter uma taxa de sobrevivência entre os 80 a 90%”, refere o professor René Leemans, presidente da EHNS.



Em 2015, a Make Sense Campaign tem como meta garantir a excelência dos cuidados prestados aos doentes. “Pretendemos alertar as pessoas para os sinais precoces da doença e encorajá-las a procurar ajuda profissional atempadamente. Além disso, defendemos que os cuidados prestados aos doentes sejam os melhores possíveis, desde o momento em que a doença é diagnosticada." refere René Leemans.

De acordo com o responsável, o  lema da campanha é ‘Uniting Voices’, pois "queremos unir todas as pessoas em torno desta causa e dar voz a quem não tem. Ainda é necessário muito diálogo sobre o cancro de cabeça e pescoço. Este ano vamos potenciar mais as redes sociais e capacitar os doentes, dando-lhes um sentido de comunidade, mostrando que não estão a sofrer sozinhos."



Em Portugal, a semana é assinalada com várias iniciativas de sensibilização promovidas pelo Grupo de Estudos de Cancro de Cabeça e Pescoço (GECCP), nomeadamente:

- Lançamento da música “TU ÉS A VOZ”, pelo Coro de Santo Amaro de Oeiras;
- Distribuição de folhetos informativos pela população;
- Spot televisivo;
- Lançamento do “Planeta Dentix”, um projeto infanto-juvenil que ensina às crianças a importância de manter uma boa higiene oral;
- Sessões de Informação dedicadas aos especialistas de medicina geral e familiar.



Para mais informações: http://makesensecampaign.eu

Imprimir