Cardiologia de Intervenção: 5.ª Reunião da APIC em Viseu

Decorre, entre os dias 21 e 23 de novembro, no Hotel Montebelo, em Viseu, a 5.ª Reunião Anual da Associação Portuguesa de Cardiologia de Intervenção (APIC) - associação especializada da Sociedade Portuguesa de Cardiologia.

“Hoje em dia, a Cardiologia de Intervenção é uma parte fundamental da Cardiologia que engloba na sua essência vários temas que classicamente não eram da Cardiologia de Intervenção”, afirma Marco Costa, secretário-geral da APIC e presidente da Comissão Cientifica do evento, adiantando que a reunião é um espelho dessa realidade, com um programa muito abrangente que resulta de propostas dos 10 grupos de trabalho que integram a APIC.

Marco Costa destaca a realização de um simpósio conjunto Ibero-Americano que irá incidir sobre algumas das técnicas mais inovadoras da Cardiologia de Intervenção. Este espaço será constituído por cardiologistas de intervenção portugueses, espanhóis e brasileiros, nomeados pelas três associações, ou seja, a APIC, a Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista e também a Junta Diretiva da Secção de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista da Sociedade Espanhola de Cardiologia.

Uma das inovações desta edição é o formato live in the box que irá integrar algumas das mesas-redondas, “muito no género de outros exemplos que se podem ver em reuniões europeias e que consiste na apresentação de um caso clínico gravado previamente, bem escalpelizado e discutido com a audiência, que este ano estará munida de televoters“.

O secretário-geral da APIC adianta que merecerão especial ênfase algumas das técnicas mais vanguardistas no que diz respeito às oclusões totais, bifurcações e na área da intervenção estrutural.

À semelhança do ano anterior, serão atribuídos prémios ao melhor caso clínico, melhor caso de complicações e melhor cartaz eletrónico. Os enfermeiros e os cardiopneumologistas também terão um papel importante nesta reunião, sendo debatidos temas relacionados com estas duas classes profissionais “intimamente ligadas com a Cardiologia de Intervenção”.

As principais empresas farmacêuticas de material de intervenção que apoiam a APIC também irão marcar presença com uma exposição técnica “bem recheada” que vai desde empresas de dispositivos médicos, instrumentação técnica, bem como dos próprios fármacos.

Haverá espaço, ainda, para um programa social com “algumas surpresas” e que tem como objetivo fomentar a confraternização e estreitamento de laços entre os participantes.

É esperada a presença de cerca de 250 participantes.

Secretariado da 5.ª Reunião Anual da APIC:
GetDone – Isabel Moita
Isabelmoita@getdone.pt
Telf.: 21 752 54 19

Imprimir