Carlos Robalo Cordeiro, presidente da SPP: “Estamos a celebrar o futuro da Pneumologia”

No âmbito das comemorações do seu 40.º aniversário, que se assinalou esta sexta-feira, dia 17 de janeiro, a Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) realizou, na Estufa Fria, em Lisboa, uma gala de homenagem a personalidades e instituições que se destacaram na área da Saúde Respiratória. Aos profissionais juntou-se a RESPIRA (Associação para Pessoas com DPOC e outras Doenças Respiratórias Crónicas), cuja distinção procura destacar o seu trabalho na defesa dos direitos dos doentes.

Para Carlos Robalo Cordeiro este evento não tem apenas como objetivo reviver a história da Sociedade Portuguesa de Patologia Respiratória, atual SPP, mas sim “celebrar o futuro da Pneumologia”.

“A história da SPP tem mostrado ultimamente que temos uma margem de progressão muito boa e ótimos profissionais a trabalhar na sociedade. Temos o futuro garantido”, afirma o presidente.

Fundada a 17 de janeiro de 1974, a SPP surge com o objetivo de promover e proteger a saúde respiratória dos portugueses, fomentando a educação e a formação profissional relacionadas com a patologia respiratória.

Imprimir