Casa de Alba vai realizar conferência internacional sobre a saúde mental em Portugal

A Casa de Alba - Comunidade Terapêutica em Saúde Mental foi inaugurada recentemente pelo secretário de Estado Adjunto do Ministro da Saúde, Fernando Leal da Costa. Trata-se de uma unidade, localizada em São Bento do Cortiço, Estremoz, destinada a pessoas com perturbações mentais e que necessitam de terapêutica, que pertence à Fundação Romão de Sousa.

A Casa de Alba, membro institucional da International Society for Psychological and Social Approaches to Psychosis (ISPS), tem capacidade máxima para 18 pessoas, quartos duplos e individuais e tem, como filosofia, proporcionar alojamento aliado a intervenção terapêutica multidisciplinar. Demarca-se, no entanto, do modelo tradicional, substituindo termos como "doente" e "cantina" por "residente" e "cozinha".

João Pereira, diretor clínico da Casa de Alba, explica à Just News qual a missão da Fundacão Romão de Sousa:
- Ajudar pessoas que sofrem de perturbações mentais graves, e em particular de esquizofrenias, a melhorar a sua qualidade de vida, autonomia e integração social;
- Criar e gerir uma comunidade terapêutica residencial, aplicando um leque de terapias psicológicas e intervenções psicossociais e monitorizando a evolução e progressos obtidos;
- Cooperar com outras organizações com objectivos semelhantes, em Portugal e no Estrangeiro, partilhando experiências e contribuindo para o desenvolvimento e investigação de novas terapias e modelos de intervenção.

Saúde Mental em Portugal: Que Respostas?

No âmbito da comemoração do primeiro ano de funcionamento da Casa de Alba, que é assinalado em novembro, vai ser organizada uma conferência internacional, em conjunto com a Universidade de Évora, no dia 7 deste mês, sob o lema: "Saúde Mental em Portugal: Que Respostas?".

Os temas principais a abordar são a grupanálise, psicoterapia fenomenológico-existencial, intervenções hospitalares e comunitárias, comunidades terapêuticas e formas de reduzir a medicação. O programa inclui seminários com António Coimbra de Matos, distinto educador em psicanálise pela IFPE, e Chris Evans, psiquiatra e psicoterapeuta didata no Reino Unido e co-diretor do projeto CORE, bem como um número variado de mesas de discussão com profissionais de renome internacional.

A data limite para a apresentação de Abstracts é o dia 3 de agosto. Grupos com quatro ou mais pessoas beneficiam de 10% de desconto no valor da inscrição. Informações em www.fundacaords.org/conf2014.


Vista exterior da Casa de Alba

Imprimir