My Servier

Centro Académico Clínico de Trás-os-Montes e Alto Douro celebra o 1.º ano de atividade

Assinala-se hoje um ano desde a aprovação oficial do Centro Académico Clínico de Trás-os-Montes e Alto Douro (CACTMAD) – Professor Doutor Nuno Grande, "um projeto que prescreve a integração do Ensino, da Investigação e da Rede Assistencial como a melhor terapêutica para os cuidados de saúde da região Norte".

O Centro é promovido por um consórcio fundado pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e pelo Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD), em conjunto com os Agrupamentos de Centros de Saúde (ACeS) Douro I – Marão Douro Norte, Alto Trás-os-Montes - Alto Tâmega e Barroso e Douro II – Douro Sul (que abrangem um total de 24 centros de saúde).

"Dar ouvidos à ciência e aos territórios"

Para o reitor da UTAD, Emídio Gomes, não há qualquer dúvida de que “o CACTMAD assenta em ideias bem claras sobre as respostas a dar a necessidades concretas de saúde e de ensino, já muito bem diagnosticadas".

E faz questão de sublinhar: "É, cada vez mais, a prova real e concreta de que só podemos fazer acontecer quando o poder político dá ouvidos à ciência e aos territórios", acrescentando tratar-se de "uma grande conquista!".


Emídio Gomes

A prevenção da doença, a simulação, a automação e a telemetria em Medicina, a Medicina Personalizada e de Precisão, os Cuidados Continuados e Paliativos, bem como as Zoonoses são as "cinco áreas-chave" do CACTMAD.

Assente na filosofia ‘one health’, que integra a saúde humana, animal e ambiental, o CACTMAD implica o trabalho colaborativo de profissionais da área da saúde, do ensino e da investigação científica.

O CACTMAD vai estar ao serviço de uma região com quase 400 mil habitantes, distribuídos por uma área geográfica de mais de 13 mil km2. Face aos elevados índices de envelhecimento e perante uma taxa de renovação populacional negativa, esta é “a solução de futuro” para prestar melhores cuidados de saúde às populações.

Um ano volvido desde a publicação da portaria em Diário da República, o CACTMAD é “um projeto de grande importância para a região e para o País, que tem vindo a ser preparado com muito cuidado e no qual se depositam muitas e legítimas expectativas”.

“Em pleno funcionamento, será uma oportunidade-chave para que as políticas de coesão territorial sejam concretizadas de forma visível e possam ser sentidas, de forma concreta, pelas populações”, acrescenta António Ferreira, que preside à Direção do CACTMAD.

Imprimir


Próximos eventos

Ver Agenda