CHLN apoia Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira na área da Oncologia

O Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN) anunciou que, no âmbito da cooperação formalizada ontem, 1 de outubro, com a Secretaria Regional de Saúde da Madeira, apoiará, a partir de dia 12 do corrente mês, o Hospital Dr. Nélio Mendonça, através da colaboração de médicos da especialidade de Oncologia, em escala rotativa.

De acordo com o CHLN, a "resposta eficiente" face às necessidades sentidas e transmitidas pelo secretário regional de Saúde da Madeira, na área da patologia oncológica, só foi possível graças à "vasta experiência e capacidade que o CHLN possui como hospital universitário", bem como à dinamização de sinergias existentes proporcionadas pelo Centro Académico Médico de Lisboa (que engloba o CHLN, a Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e o Instituto de Medicina Molecular).

O objetivo é que "toda esta experiência seja gradualmente ampliada ao longo dos próximos três anos e em áreas a definir conjuntamente", segundo o presidente do CHLN (e do CAML), Carlos Neves Martins.

O secretário regional da Saúde da Madeira, João Faria Nunes, enfatizou a necessidade que o Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira (SESARAM) sofria nesta especialidade e no quão importante é o estabelecimento de sinergias que promovam a autonomia da região na área da saúde, garantindo a acessibilidade e a qualidade na prestação dos cuidados aos utentes.

Esta relação de cooperação abrange ainda, a par da prestação de cuidados de saúde em áreas carenciadas, uma mais ampla colaboração nas áreas do planeamento, investigação, formação e especialização. Assim, sublinha o CHLN em comunicado, esta colaboração traz "benefícios inequívocos para o crescimento da diferenciação e o desenvolvimento da excelência da Saúde na Região Autónoma da Madeira e uma maior e melhor resposta às suas populações".

O acordo das duas entidades surge no seguimento do estreitar de parcerias que o CHLN tem estabelecido com outras unidades e centros hospitalares. É o caso do Centro Hospitalar do Oeste (na área da Psiquiatria e Saúde Mental), do Hospital do Santo Espírito da Ilha Terceira, Açores (nas áreas de Gestão Hospitalar e dos Sistemas de Informação, da Patologia Clínica, da Imuno-hemoterapia e da Pediatria) e da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (na área da Imunohemoterapia).

Desta forma, o CHLN salienta o facto de, no âmbito do CAML, "continuar a concretizar o plano estabelecido para o ano de 2015", sendo o desenvolvimento da cooperação institucional inter-hospitalar considerado algo "estrategicamente fundamental para a afirmação e reputação daquele que foi o primeiro Centro Académico de Medicina Nacional (2009)".


Imprimir