Cientistas e investigadores partilham visão sobre ciência e inovação

A concretização da ciência e da inovação em benefício do doente estiveram ontem em debate na conferência “Innovation: Delivering the promise”, efetuada no âmbito da inauguração das novas instalações da Novartis em Portugal.

Com 33 novas moléculas, 29 novas indicações e uma nova formulação em desenvolvimento até 2018, a Novartis é líder no desenvolvimento de medicamentos inovadores para um vasto leque de áreas terapêuticas, desde a Hipertensão, à Oncologia, passando pelas Neurociências e Doenças Respiratórias.

O novo edifício, inserido na Praça Central do Taguspark, Parque de Ciência e Tecnologia, localizado em Oeiras, foi o primeiro a ser construído, em apenas dois anos, no âmbito do projeto de desenvolvimento e revitalização, designado Praça Central do Taguspark, integra no mesmo espaço, os cerca de 320 colaboradores de todas as divisões da empresa.

A nova sede do Grupo Novartis representou um investimento de 14 milhões de euros refletidos num compromisso de permanência a longo prazo no edifício promovido pela Taguspark, SA, à medida das necessidades e requisitos da Novartis.

Assinado pelo arquiteto Frederico Valsassina, o novo edifício tem quatro pisos, uma área de construção de 7.250m2 acima do solo e estacionamento privativo com capacidade para 350 lugares.



Podem ser consultadas aqui várias fotos da inauguração das instalações da Novartis.

Imprimir