Comissões de ética no SNS: papel de «defesa da dignidade e integridade humanas»

É com o propósito de promover uma reflexão e partilha de conhecimentos que se realiza, dia 18 de maio, o Seminário "Primavera/Verão da Redética no Porto", que terá lugar no Auditório Carvalho Guerra (Campus da Foz) da Universidade Católica Portuguesa.

A Comissão Organizadora do evento integra a Redética, as comissões de ética da ARS Norte, Centro Hospitalar São João/FMUP, FPCEUP e Instituto Bioética da Universidade Católica Portuguesa.

Apoiar os profissionais "na condução dos problemas de saúde"

Na apresentação do seminário, é salientada a importância da criação de comissões de ética n
o contexto do Serviço Nacional de Saúde, que tem resultado da "ponderação sobre os problemas éticos". De acordo com a Comissão Organizadora, estas comissões representam "o passo decisivo que permite passar da pura consideração ao estabelecimento de normas consensuais de defesa da dignidade e integridade humanas, auxiliando os profissionais na condução dos problemas de saúde".



"Comissões de Ética: Proximidade num contexto de mudança" e "Planeamento antecipado de cuidados" são os temas das duas mesas redondas do programa, que contempla ainda um conjunto de diversas palestras.

Além da participação de vários especialistas e responsáveis nacionais, a reunião, que conta com o apoio da ARS do Norte, terá também a intervenção de Diego Gracia Guillén, professor catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade Complutense de Madrid, que irá proferir a Conferência "Luces y sombras de la planificación anticipada de los cuidados".

Imprimir