«Congresso de Medicina Interna vai marcar o início das comemorações dos 70 anos da SPMI»

"Estamos numa fase ainda muito complicada da pandemia e os esforços da Medicina Interna estão voltados para o tratamento dos doentes covid que estão nas urgências, nas enfermarias e até nos Cuidados Intensivos." Este foi um dos motivos que levou a Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI) a adiar a realização do Congresso Nacional. Previsto para decorrer em maio, o evento terá agora lugar no início de outubro.



Apresentação de trabalhos que “valorizam a Medicina Interna”

A decisão, tomada esta sexta-feira, vai ao encontro do lema do próprio Congresso - “Valorizar a Medicina Interna”. Segundo João Araújo Correia, presidente da SPMI, "queremos também garantir que os nossos colegas tenham toda a disponibilidade para se dedicarem à realização de trabalhos científicos de qualidade, que possam depois apresentar no grande palco, que é o Congresso Nacional de Medicina Interna".

70 anos da SPMI: o início das comemorações


Em declarações à Just News, João Araújo Correia, que é diretor do Serviço de Medicina Interna do Centro Hospitalar Universitário do Porto (CHUP), está convicto de que estão reunidas as condições para que "este seja um grande Congresso de Medicina Interna, ou até, talvez, o maior de sempre".

Também tem a convicção de que “a Indústria Farmacêutica possa ter uma forte presença, pois, em outubro, Portugal já terá atingido a imunidade de grupo, estando as condições de segurança ainda mais reforçadas”. Salienta igualmente que, em dezembro, "a SPMI completa 70 anos e o 27.º Congresso marcará precisamente o início das comemorações".


João Araújo Correia

Questionado sobre se está previsto ser um evento presencial, João Araújo Correia afirma: "Segundo o que nos garante o Governo, nessa altura já deverá haver imunidade de grupo por causa da vacinação. Mesmo assim, será um evento híbrido, que julgo ter vindo para ficar, isto é, uma significativa presença de congressistas, mas muitos mais a seguirem o congresso em streaming."

O CNMI vai realizar-se entre os dias 2 e 5 de outubro e, para o presidente da SPMI, "há outra vantagem para esta nova data". O facto de ter início num sábado e terminar num feriado "torna mais fácil para os serviços permitir a participação dos nossos colegas".

Congresso é organizado, "pela primeira vez", por internistas de um hospital privado

João Araújo Correia faz ainda questão de destacar o facto de, "pela primeira vez, a organização do Congresso Nacional de Medicina Interna estar a cargo de internistas de um hospital privado, o Hospital da Luz Lisboa, tendo como presidente a Prof.ª Alexandra Bayão Horta".

Na sua opinião, este facto é "o resultado natural da influência crescente da Medicina Interna nos hospitais privados portugueses, com muitos internistas em dedicação completa nessas instituições".


Alexandra Bayão Horta com outros elementos do núcleo central da organização do 27.º Congresso de MI: Luís Duarte Costa (secretário-geral), Sérgio Garção Baptista (tesoureiro) e João Sá (presidente da Comissão Científica)

"Facilitar a comunicação entre a Medicina Interna e a Medicina Geral e Familiar"

De acordo com o presidente da SPMI, "a qualidade dos serviços de Medicina Interna dos hospitais privados tem vindo a impor-se em todo o País, sendo curioso referir ter sido o Hospital da Luz Lisboa, em 2009, o primeiro a ter idoneidade formativa para o Internato de Formação Específica de MI, o que lhe dá toda a confiança para a organização deste grande evento".

O médico recorda também que "uma das grandes linhas de ação desta Direção da SPMI tem sido o desenvolvimento de estratégias tendentes a facilitar a comunicação entre a Medicina Interna e a Medicina Geral e Familiar".

E acrescenta: "Entendemos que só assim teremos um tratamento mais racional do doente agudo e uma mais eficaz prestação de cuidados integrados ao doente crónico. É-me grato constatar que o Hospital da Luz Lisboa também compreende essa necessidade, tendo colegas de MGF nos seus quadros permanentes."


As reuniões de preparação do CNMI 2021 têm decorrido de forma metódica no Hospital da Luz

Assim, para João Araújo Correia, não há qualquer dúvida: "Por tudo o que o Hospital da Luz Lisboa representa, como exemplo do exercício da Medicina Interna de qualidade num hospital privado, tenho a certeza de que haverá um empenhamento total para que o 27.º CNMI seja um êxito. Irá perdurar nas nossas memórias, com a comemoração dos 70 anos da SPMI!"


Em declarações à Just News, Alexandra Bayão Horta reforça esta mesma mensagem, indicando que toda a equipa está extremamente animada com a organização do congresso e destaca o "papel integrador e coordenador" que os internistas assumem na sua unidade hospitalar:

"Desde que abriu portas, o Hospital da Luz Lisboa fez uma aposta absolutamente diferenciadora na Medicina Interna, tornando-a na especialidade médica central da organização clínica do hospital."




A partilha de boas práticas em Medicina Interna.


seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir