Curso de Cardiologia para não cardiologistas visa melhorar cooperação entre especialidades

Com o intuito de “trabalhar sobre um aspeto muito importante da Medicina de hoje”, a cooperação entre as especialidades, realizou-se, na Casa do Coração, o 3.º Curso de Cardiologia para não Cardiologistas. A iniciativa, destinada aos médicos em geral, mas sobretudo a especialistas e internos de Medicina Geral e Familiar e de Medicina Interna, contou com a presença de cerca de 90 participantes.

Para José Silva Cardoso, presidente da Sociedade Portuguesa de Cardiologia e um dos diretores do curso, a cooperação entre as especialidades médicas é essencial. “Temos papéis diferentes e é necessário que nos articulemos, assim como com o doente”, mencionou, em declarações à Just News.

No seu entender, a interação entre os profissionais médicos das várias áreas tem vindo a melhorar. “Há cada vez mais uma visão de harmonia entre as pessoas, que em conjunto percebem que existem vários graus de complexidade e de gravidade da doença e que todos somos importantes”, referiu, observando que, antigamente, havia mesmo uma “certa crispação” entre as especialidades.

O curso teve, então, como objetivo fazer uma abordagem prática de temáticas da Medicina Cardiovascular presentes no exercício clínico dos médicos não cardiologistas. Cada tema abordado teve como ponto de partida um desafio prático, ou seja, um caso clínico, que levou à discussão partilhada de diferentes aspetos clínicos.

Imprimir



Siga-nos no Instagram