DGS assinala Dia Mundial da Saúde Mental, «associando o debate científico e expressões artísticas»

A Direção-Geral da Saúde, através do Programa Nacional para a Saúde Mental (PNSM), celebra dia 10 de outubro, em Évora, o Dia Mundial da Saúde Mental. No evento serão partilhados exemplos de boas práticas em cuidados de saúde mental, e abordada a reabilitação psicossocial, entre outros temas.

Simultaneamente, decorre até ao fim deste mês, em Portalegre, Évora e Beja, o projeto “Saúde mental e arte, teatro e dança”. No conjunto, trata-se de um programa "que associa o debate científico e expressões artísticas como artes plásticas, teatro e dança", sublinha a DGS.


Discussão e partilha de boas práticas

"Exemplos de boas práticas em cuidados de saúde mental" é o tema do primeiro painel da reunião, que terá lugar amanhã, no auditório do Teatro Garcia de Resende. A sessão, presidida por Álvaro Carvalho, diretor do Programa Nacional para a Saúde Mental da Direção-Geral da Saúde, será moderada por Érico Alves, coordenador regional da Saúde Mental do Alentejo.

As realidade de Évora e Beja serão apresentadas por José Palma Gois e Maria Isabel Santos, os diretores dos respetivos departamentos de Psiquiatria e Saúde Mental, respetivamente, do Hospital Espírito Santo e da ULSBA.

Já a "Realidade de Portalegre" será explicada por Manuel Sardinha, psiquiatra do Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental da ULSNA, e por João Paulo Albuquerque, diretor clínico do Centro de Recuperação de Menores de Assumar do IIHSCJ (Instituto das Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus).

Dignidade na Saúde Mental

Durante a manhã realiza-se ainda um painel sobre o "Interface Saúde Mental e Cultura" e a conferência intitulada "Dignidade na Saúde Mental", tema do Dia Mundial da Saúde Mental, que será proferida por Sónia Moura, adjunta do Gabinete da ministra da Justiça e representante do Ministério da Justiça no Conselho Nacional da Saúde Mental.

Os dois painéis do período da tarde são dedicados à reabilitação psicossocial, sendo debatidos temas relacionados com a "experiência de estruturas locais de saúde mental" e as "respostas complementares locais da área social".

Depois da sessão de encerramento realiza-se ainda, no âmbito do programa desportivo e cultural, a exibição de uma peça de teatro, intitulada "O Rei da triste figura" e dinamizada pelo Grupo de Teatro Terapêutico do Centro Hospitalar Conde de Ferreira Santa Casa da Misericórdia do Porto.

O programa completo da reunião pode ser consultado aqui.




Saúde mental e arte, teatro e dança


No âmbito do Dia Mundial da Saúde Mental, a DGS está igualmente a promover, desde hoje e até final do mês, a iniciativa "Saúde mental e arte, teatro e dança”, que inclui a realização de várias atividades em Portalegre, Évora e Beja, nomeadamente duas ações de flashmob, promovidas pela Associação de Reabilitação e Integração Ajuda (Lisboa) e pelo Centro de Apoio Social do Pisão (Cascais), uma “Caminhada pela Saúde”, com a colaboração da MetAlentejo.

O programa completo pode ser consultado aqui.

Salienta a DGS que estas iniciativas inserem-se no projeto “Saúde Mental e Arte”, que nasceu em 2011 da preocupação de abordar o estigma da doença mental através de uma nova perspetiva. Ao levar o debate científico e outras iniciativas para fora dos grandes centros urbanos, seguindo as linhas de orientação defendidas pela Organização Mundial da Saúde, o PNSM "tem vindo a promover a discussão de boas práticas locais e a articulação com as estruturas do setor social que complementam a resposta da área da saúde no que se refere à reabilitação psicossocial".    

Imprimir