Dois Prémios Nobel da Química encerram 4º Congresso de Jovens Químicos

Aaron Ciechanover, Prémio Nobel da Química em 2004, e Ada Yonath, Prémio Nobel da Química em 2009, fecham com chave de ouro o 4º Congresso de Jovens Químicos, a decorrer, entre os próximos dias 29 de abril e 1 de maio, no Auditório da Reitoria da Universidade de Coimbra (UC).

“A revolução da medicina personalizada: Será que vamos curar todas as doenças e a que preço?” é o tema da palestra, pelas 11h45m, de Aaron Ciechanover, laureado pela descoberta de um dos mais importantes processos celulares, a degradação de proteínas regulada pela ubiquitina.

Antes, pelas 9 horas, Ada Yonath, Prémio Nobel da Química em 2009, pelo seu trabalho sobre a estrutura cristalográfica do ribossoma, organelo celular que tem como principal função a síntese de proteínas, explica se as “Estruturas (celulares) podem conduzir a agentes terapêuticos melhorados”.

O 4º Congresso de Jovens Químicos (4th Portuguese Young Chemists Meeting) é organizado pelo Grupo de Jovens Químicos da Sociedade Portuguesa de Química (SPQ), em colaboração com o Departamento de Química da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), e visa a difusão do trabalho científico em Química de jovens investigadores, em Portugal ou no estrangeiro.

Pretende igualmente, de acordo com a organização, «enfatizar a ligação entre a investigação científica fundamental e a sua aplicabilidade na prática industrial, apontando novas oportunidades profissionais e motivando o espírito empreendedor dos participantes. Para além de procurar projetar e aprofundar o interesse pela Química na sociedade, este congresso visa reforçar o desenvolvimento de redes de contacto entre os jovens investigadores, promovendo as suas capacidades de comunicação e de trabalho».

Imprimir