Especialistas debatem «A avaliação funcional em idade pré-escolar»

“A avaliação funcional em idade pré-escolar” foi o tema do 1.º Simpósio de Função Respiratória, que se realizou, esta sexta-feira, em Lisboa, e reuniu cerca de 140 participantes, número que ultrapassou as expectativas da organização. “Tivemos de rejeitar algumas dezenas de inscrições. No próximo ano teremos uma segunda edição e vamos apostar numa sala maior”, refere Mário Morais de Almeida, da Coordenação Científica, acrescentando que o simpósio acolhe profissionais de várias áreas, como Pneumologia, Alergologia, Pediatria e Cardiopneumologia.

De acordo com o entrevistado, os estudos funcionais respiratórios são muito importantes em qualquer grupo etário. “Infelizmente, e nomeadamente na doença respiratória crónica ainda se fazem poucos estudos, tanto em crianças, como adultos ou idosos. Porém, neste simpósio está a ser debatida uma área ainda considerada ‘as trevas do conhecimento’ sobre a função respiratória: o que acontece ao latente e pré-escolar.”

E desenvolve: “Muitas das doenças crónicas começam na idade pré-escolar, é importante perceber o que se passa.”

Os inscritos puderam contar com a presença e participação de Janet Stocks. “É pioneira destes estudos, desde o latente, não só na asma, mas também na doença crónica da prematuridade, na mucoviscidose, nas doenças hematológicas. É muito importante tê-la entre nós”, termina Mário Morais de Almeida, em declarações à Just News.


A sessão de abertura contou com a presença de Luís Delgado, presidente da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clinica, Mário Morais de Almeida, Cristina Barbara, diretora do Programa Nacional para as Doenças Respiratórias, Carlos Robalo Cordeiro, presidente da Sociedade Portuguesa de Pneumologia e Pedro Almeida, presidente da Associação Portuguesa de Cardiopneumologistas (na foto acima).


Estão disponíveis para consulta várias fotografias do 1º Simpósio Internacional de Função Respiratória AQUI.

Imprimir