Especialistas em enfermagem médico-cirúrgica com encontro nacional em Coimbra

Três centenas de enfermeiros especialistas em enfermagem médico-cirúrgica participam na sexta-feira e sábado, dias 24 e 25 de janeiro, em Coimbra, num encontro nacional para partilhar os mais recentes avanços na investigação, para os transformar em prática quotidiana no cuidar dos cidadãos.

Trata-se de uma iniciativa do Colégio da Especialidade de Enfermagem Médico-Cirúrgica da Ordem dos Enfermeiros (OE), marcada para o Pólo A da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra.

Para o Presidente da Mesa do Colégio da Especialidade da OE, este “é um momento propício ao crescimento dos enfermeiros”, por ser uma oportunidade de partilha daquilo que vêm produzindo, e de transferência dos novos conhecimentos para os contextos clínicos.

“Os enfermeiros envolvem-se frequentemente em investigação, em projetos inovadores, mas também frequentemente os resultados deste desenvolvimento ficam reduzidos a um relatório para uma escola, a uma tese de mestrado, a um relatório para um hospital, e este saber não se traduz em resultados se não houver transferibilidade para a prática”, observa o Enfº José Carlos Martins.

Neste encontro os participantes irão debater temas como a segurança do utente e qualidade dos cuidados, sistemas de informação e continuidade dos cuidados, relação, comunicação e informação, gestão dos cuidados, formação para melhores práticas, a prática especializada à pessoa em situação crítica e a prática especializada à pessoa com doença crónica e em fim de vida.

O 2º Encontro dos Enfermeiros Especialistas em Enfermagem Médico-Cirúrgica está organizado em cinco painéis temáticos e três conferências, integrando ainda uma reunião com associações e sociedades de enfermagem e, na tarde do dia 25, a Assembleia do Colégio da Especialidade da OE.

A Conferência Inaugural está a cargo do Presidente do Conselho de Enfermagem da OE, Enfº José Carlos Gomes, que abordará a passagem para o novo Modelo de Desenvolvimento Profissional (MDP), que prevê o surgimento de duas novas especialidades, a Especialidade à Pessoa em Situação Crítica e a Especialidade da Enfermagem à Pessoa em Situação Crónica e Paliativa.

Caberá ao Bastonário da OE, Enfº Germano Couto, proferir uma conferência subordinada ao tema “O Enfermeiro Especialista na prática clínica: Importância política, estratégica e para a qualidade dos cuidados”, que terá lugar após a Abertura Solene, marcada para as 11:45 do dia 24.

Na sessão de abertura participarão ainda como oradores, além do Bastonário, os Presidentes do Conselho de Enfermagem e do Colégio da Especialidade, bem como a Presidente do Conselho Diretivo Regional da Secção Regional do Centro, Enfª Isabel Oliveira, e a Presidente do da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, Maria da Conceição Bento.

A Assembleia do Colégio da Especialidade de Enfermagem Médico-Cirúrgica, um dos maiores da OE, com cerca de 2.200 membros, além da aprovação do plano e relatório de atividades, irá discutir planos formativos e padrões de qualidade das especialidades do novo MDP.

Na reunião com as associações e sociedades profissionais da enfermagem, o Colégio pretende perspetivar trabalho conjunto e melhores resultados para os utentes, sublinhou o seu presidente, Enfº José Carlos Martins.


O programa e outras informações sobre o encontro podem ser consultadas aqui.

Imprimir