Núcleo de Investigação em Enfermagem promove a divulgação de trabalhos no CHUC

“Todas as profissões de nível diferenciado só se podem designar como tal, sendo autónomas e se produzirem o seu próprio conhecimento”, afirma António Marques, enfermeiro coordenador do Núcleo de Investigação (NIE) do CHUC.

No entender do responsável, “a evolução da profissão de enfermeiro exige produção de conhecimento disciplinar próprio”. Foi com esta convicção que foi criado o NIE, em 2012, era na altura António Marques enfermeiro diretor do CHUC.


António Marques

Poucos dias após se ter realizado o II Simposium de Investigação em Enfermagem, organizado pelo NIE, o enfermeiro recorda como surgiu o organismo que coordena:

“No início, além de um grupo de seis enfermeiros, havia um dedicado ao Núcleo a tempo parcial. Nessa época, foram criados os concursos de investigação em enfermagem, em que era proposto aos enfermeiros do CHUC que se candidatassem para fazer investigação exatamente sobre as temáticas prioritárias nas quais queríamos que fosse feita. Informatizámos os registos de enfermagem em toda a instituição que naquela altura tinha mais de 2.700 enfermeiros (em cerca de 100 contextos de prática clínica), com base numa conceção de cuidados orientadora da prática.”

O enfermeiro esclarece que o Núcleo, que é constituído hoje por 10 elementos, foi criado essencialmente "para promover a investigação em Enfermagem fora do contexto académico, que se dirige à produção de conhecimento específico que se considere prioritário". Mas também para fazer a translação desse conhecimento, ou seja, "para tirar partido do mesmo, de modo a trazer para a prática clínica melhor qualidade de cuidados".

De acordo com António Marques, "a história da Enfermagem começou a escrever-se com os cuidados prestados em casa pela Mulher aos familiares. Passou depois pela assistência religiosa, pela colaboração com os médicos, até evoluir para uma profissão diferenciada, suportada por uma disciplina, ´o conhecimento científico em Enfermagem`, que teve um desenvolvimento acentuado no século passado".


Elementos do Núcleo de Investigação em Enfermagem

Cuidados de Enfermagem nos contextos da clínica

Em declarações à Just News, a atual enfermeira diretora do CHUC, Áurea Andrade, destaca a importância de promover a investigação em enfermagem: “a profissão de enfermagem detém um corpo de conhecimento próprio que sustenta as funções que lhe estão atribuídas com autonomia, competência e responsabilidade”.

Além disso, de acordo com a responsável, “os normativos que regulamentam a profissão, nomeadamente, a carreira, o regulamento do exercício profissional dos enfermeiros, o enquadramento conceptual dos padrões de qualidade da Ordem dos Enfermeiros e as funções da enfermeira diretora, todos eles aludem à investigação como meio para alargamento do corpo de conhecimento próprio da profissão de enfermeiro e para tornar os cuidados de enfermagem mais significativos para as pessoas a quem se destinam”.


Áurea Andrade

“A inclusão da investigação no plano estratégico da enfermagem do CHUC, reconhece e reforça a importância de incrementar o desenvolvimento da disciplina de enfermagem, em linhas de investigação centradas na melhoria da prática de cuidar adotada pelos enfermeiros do CHUC, mais especificamente, investigação dirigida a diagnósticos e intervenções de enfermagem, incluindo a translação de conhecimento para a prática clínica”, diz. E acrescenta:

“Considerando a evolução demográfica, com preponderância do aumento da esperança média de vida, assumimos o domínio do autocuidado como área prioritária de investigação.”

Para o futuro, Áurea Andrade refere que as perspetivas são de “continuar a investir na melhoria contínua da prática de investigar sobre os cuidados de enfermagem nos contextos da prática clínica, promover a apropriação precoce, pelos enfermeiros, das novas evidências científicas provenientes da investigação produzida nos diversos contextos, através da criação de espaços de partilha do conhecimento e reflexão sobre as práticas e adaptações necessárias à sua utilização translação do conhecimento”.



"Da visão à implementação"

O II Simposium de Investigação em Enfermagem, que decorreu sob o lema "Da visão à implementação", começou com uma cerimónia que assinalou o fim do 1.º Ciclo de Encontros de Investigação 2018/2019. No dia seguinte, realizaram-se os cursos “Redação e divulgação de resultados” e “Investigação Fenomenológica”.


A reunião permitiu a apresentação de pósteres que, exclusivamente, "reportem resultados de estudos de investigação"

O Simposium propriamente dito decorreu na sexta-feira, dia 22, tendo a primeira mesa redonda do programa sido dedicada à divulgação de resultados de quatro trabalhos de investigação desenvolvidos no CHUC:

"Juízo clínico sobre a capacitação do prestador de cuidados", "Conhecimento dos profissionais de saúde em cuidados paliativos", "Viabilidade de uma intervenção psicoeducativa na ansiedade em adolescentes e cuidadores" e "Cuidados pós-alta à pessoa com depressão".

seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir