Hipertensão: nova Direção da SPH quer criar condições para «termos doentes mais motivados no tratamento»

O novo presidente da Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH) afirmou, este sábado, que é preciso apostar em “mais e melhor adesão ao tratamento dos doentes hipertensos”. Ao usar da palavra na cerimónia de tomada de posse, Manuel de Carvalho Rodrigues apelou à “consciencialização de todos” para esta necessidade.


Direção da Sociedade Portuguesa de Hipertensão 2017-2019: Manuel de Carvalho Rodrigues, Luís Bronze, Vítor Paixão Dias, Francisco Torres, Paula Cristina Felgueiras, Vitória Cunha e Rosa Maria de Pinho.


Um “novo conceito” na abordagem terapêutica

Num espaço demasiado pequeno para todos quantos quiseram testemunhar a tomada de posse dos elementos que integram os Corpos Sociais daquela Sociedade para um mandato que se estenderá até ao início de 2019, Manuel de Carvalho Rodrigues, que sucedeu no cargo a Mesquita Bastos, referiu-se à questão da adesão ao tratamento como “a nova bandeira da SPH”.

“Estou profundamente convicto de que apenas com medidas gerais mais vocacionadas para a mudança de hábitos e de estilo de vida não iremos reduzir muito mais do que aquilo que já conseguimos – e não foi nada pouco, diga-se --, em termos de mortalidade e morbilidade cardiovascular”, afirmou.

No seu entender, mais e melhor adesão deve passar por um “novo conceito” na abordagem terapêutica: “Ajudar a criar as condições para que um doente se sinta mais motivado, mantendo uma terapêutica simples, eficaz e cómoda.”



Mais um passo no "reconhecimento científico internacional da SPH"

Manuel de Carvalho Rodrigues, cardiologista que atualmente exerce no Centro Hospitalar Cova da Beira (CHCB), afirmou ser chegado o momento de “lançar a SPH como sociedade científica pioneira na necessidade de consciencializar tudo e todos” para o problema da adesão ao tratamento da hipertensão. E especificou: doentes, profissionais de saúde, indústria farmacêutica e decisores políticos.

A realização em Lisboa, já no início de abril, de um simpósio satélite que decorrerá no âmbito do Congresso Europeu de Hipertensão, com a participação de especialistas nacionais e estrangeiros de renome na área do risco cardiovascular global, foi apresentada como exemplo de “um evento que nos projeta, desde já, para esta nova bandeira de atuação por parte da SPH”.

Mas a organização desta reunião significa também, segundo Manuel de Carvalho Rodrigues, mais um passo “na consolidação do reconhecimento científico internacional da SPH”, Sociedade criada há perto de 14 anos.



Cardiologia, Medicina Interna e Medicina Geral e Familiar

Na intervenção que proferiu na cerimónia que teve como palco a sede da SPH, em Lisboa, o seu novo presidente não deixou de reservar algumas palavras para a equipa que o vai acompanhar no seu mandato e onde se inclui o seu sucessor, o presidente eleito Vítor Paixão Dias, especialista de Medicina Interna do Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho.

“É uma equipa que alia a juventude e o espírito de renovação à veterania e à experiência de saber acumulado”, disse, sublinhando que, pela primeira vez na história da SPH, todos os secretários-adjuntos da Direção (Norte, Centro e Sul) são mulheres. Outro dado inédito: a maioria dos elementos que integram os Corpos Sociais são mulheres (7 em 13).

A SPH, que este mês de fevereiro realizou o seu 11.º Congresso Português de Hipertensão, no Algarve, é uma Sociedade que integra, maioritariamente, especialistas em Cardiologia, Medicina Interna e Medicina Geral e Familiar, todos eles representados nos Corpos Sociais.



Manuel de Carvalho Rodrigues, que faz 61 anos no próximo dia 4 de março, nasceu em Lisboa, cidade pela qual se diz “completamente apaixonado”.

No entanto, perante a oportunidade, inesperada, de voltar à atividade docente, não hesitou em aceitar, em 2013, o convite para lecionar na Faculdade de Ciências da Saúde (FCS) da Universidade da Beira Interior (UBI). Deixou então o Hospital das Forças Armadas, onde estava há relativamente pouco tempo – depois de cerca de 20 anos de ligação ao Hospital Egas Moniz – e rumou à Covilhã.

"Grupo" da Covilhã


João Ramalhinho, Gabriela Ramalhinho, António Peixeiro, João Casteleiro, Manuel de Carvalho Rodrigues, Miguel Castelo-Branco, Luís Bronze, Carlos Casteleiro, Luís Oliveira e Carlos Martins.

Na cerimónia de tomada de posse, destacou-se a presença de uma “forte delegação” da Covilhã, que integrava vários responsáveis do Centro Hospitalar Cova da Beira: João Casteleiro (presidente do CA), João Ramalhinho (enfermeiro membro do CA), Carlos Casteleiro (diretor do Serviço de Gastrenterologia), António Peixeiro (diretor do Serviço de Cardiologia), Luís Oliveira (assistente graduado de Cardiologia) e Gabriela Ramalhinho (enfermeira chefe do Serviço de Cardiologia).

Para além de Carlos Martins (vereador da Câmara Municipal) e do próprio presidente do Conselho Fiscal da SPH, Miguel Castelo-Branco (diretor do Curso de Mestrado Integrado em Medicina da FCS da UBI), também “aderiu” a este grupo da Covilhã o tesoureiro da SPH, Luís Bronze (subdiretor do Hospital das Forças Armadas, por inerência, diretor do Polo de Lisboa do mesmo, e professor auxiliar da FCS da UBI).


Luís Martins, Vítor Paixão Dias, Manuel de Carvalho Rodrigues, Luís Bronze, Miguel Castelo-Branco, Rosa Maria de Pinho, Vitória Cunha, Paula Cristina Felgueiras, Joana da Silva Monteiro, Catarina Soares Santos Silva e Francisco Torres. Ausentes na foto: Mafalda Santos e Carla Araújo.


CORPOS SOCIAIS SPH

Direção

Presidente: Manuel de Carvalho Rodrigues
Presidente eleito: Vítor Paixão Dias 
Secretário-geral: Francisco Torres
Tesoureiro: Luís Bronze
Secretário-adjunto Norte: Paula Cristina Felgueiras
Secretário-adjunto Centro: Rosa Maria de Pinho
Secretário-adjunto Sul: Vitória Cunha

Assembleia-Geral

Presidente: Luís Martins
Vice-presidente: Joana da Silva Monteiro
Secretário: Catarina Soares Santos Silva

Conselho Fiscal

Presidente: Miguel Castelo-Branco
Vice-presidente: Mafalda Santos
Secretário: Carla Araújo





Podem ser consultadas mais fotos da tomada de posse dos novos Corpos Sociais da SPH na Galeria de imagens.






Imprimir