Dia do Euromelanoma: Hospitais CUF promovem rastreios gratuitos do cancro da pele

Todos os anos são diagnosticados 12 mil casos de cancros da pele em Portugal e 1000 são melanomas. Para sensibilizar a população para as doenças de pele, os Hospitais CUF Descobertas e CUF Infante Santo assinalam o dia 20 de maio, Dia do Euromelanoma, com rastreios gratuitos que pretendem alertar para a necessidade de prevenção e diagnóstico precoce.

Os Hospitais CUF Descobertas e CUF Infante Santo assinalam o Dia do Euromelanoma, quarta-feira, dia 20 de Maio, com rastreios gratuitos que pretendem chamar a atenção dos portugueses para a necessidade de cuidados de prevenção e para a extrema importância do diagnóstico precoce dos tumores malignos da pele.

Todos os anos são diagnosticados em Portugal mais de 12 mil novos casos de cancro da pele, sendo que 1000 são melanomas, a forma mais grave da doença.

Com o objectivo de alertar para a necessidade de prevenção e para os cuidados na exposição ao sol, nomeadamente numa altura em que o calor já convida a ir à praia, o Hospital CUF Infante Santo assinala esta data com um rastreio gratuito que terá lugar das 09h30 às 12h30 e das 15h00 às 20h00. No Hospital CUF Descobertas o rastreio realiza-se entre as 9h00 e as 18h00.

O diagnóstico precoce do melanoma leva, na maioria dos casos, à cura, mas em fases tardias de detecção acarreta elevada mortalidade e morbilidade. Esta é a principal razão pela qual é tão importante detectar o melanoma antes de o mesmo atingir a derme. Um factor muito relevante na sobrevivência de doentes com melanoma é a espessura em profundidade do tumor. Se o melanoma estiver circunscrito à epiderme ou derme superficial a taxa de sobrevivência é bastante elevada.

Os rastreios dirigem-se ao público em geral, mas sobretudo a grupos onde o risco de desenvolver melanoma cutâneo é mais elevado tais como pessoas de pele clara, cabelos claros, olhos azuis, adultos que sofreram queimaduras solares quando jovens, pessoas que se expõem muito ao sol, desde trabalhadores a desportistas, indivíduos com antecedentes familiares de cancro de pele ou com sinais que possam parecer suspeitos.

O melanoma ocorre com frequência nas zonas do corpo com maior exposição à radiação ultravioleta (UV), sendo a sua maior fonte a luz solar. Os equipamentos de solário também expõem a pele à radiação UV. Uma elevada exposição aumenta  o risco de cancro e de envelhecimento da pele..

Cerca de metade dos melanomas ocorrem em indivíduos com mais de 50 anos. Contudo, o melanoma é um dos tumores mais frequentes em jovens com idade inferior a 30 anos, não sendo alheio o facto de ser a população com maior exposição solar pela frequência de praia. As pessoas com antecedentes familiares também poderão desenvolver melanoma em idade mais precoce.

Esta iniciativa dos hospitais CUF realiza-se nos Centros de Dermatologia do Hospital CUF Descobertas e CUF Infante Santo, sendo necessária inscrição prévia, que pode ser feita através dos contactos telefónicos

213 926 100, Hospital CUF Infante Santo e 210 025 200, Hospital CUF Descobertas

Imprimir