Hospital CUF Porto promove rastreio gratuito ao cancro da pele

Para assinalar o Dia do Euromelanoma, o hospital CUF Porto realiza, dia 14 de maio, quarta-feira, um rastreio gratuito para detecção do cancro da pele, entre as 14h30 e as 17h30.

Caso pretenda realizar o rastreio deve inscrever-se através do seguinte contacto telefónico: 220 039 000. As inscrições são limitadas.

Existem vários fatores de risco identificados para o desenvolvimento de melanoma. Entre estes estão a pele clara, cabelos louros ou ruivos, sardas, história de  queimaduras solares na infância, capacidade limitada de bronzear (fototipos de pele baixos, 1-3), presença de mais de 50 sinais adquiridos, nevos (manchas na pele) congénitos de grande dimensão, nevos maiores que 6 mm ou utilização de solários. Se identificou algum destes fatores de risco, então será um candidato para efetuar o rastreio de cancro cutâneo.

Inês Lobo, coordenadora do Serviço de Dermatologia do hospital CUF Porto realça que, “independentemente de ter ou não fatores de risco, deverá adotar sempre comportamentos preventivos: evite a exposição solar nas horas de maior calor, use protetor solar de índice reforçado e reaplique-o de duas em duas horas, use chapéu, roupa adequada e óculos de sol”.

O melanoma é o tipo de Cancro de Pele mais grave. Estima-se que, anualmente, em Portugal, surjam mais de 1000 novos casos de melanoma. A sua incidência tem vindo a aumentar progressivamente nas últimas décadas devido ao aumento da exposição à radiação ultravioleta e à diminuição da camada do ozono. Quando diagnosticado precocemente e adequadamente excisado, o melanoma é curável. No entanto, em estádios avançados, a mortalidade é alta por falta de opções eficazes de tratamento, com uma sobrevida após 1 ano de aproximadamente 40%.

Imprimir