Hypertension Summer School: «motivar os jovens médicos para a investigação nesta área»

Alcobaça vai ser, mais uma vez, o palco da Hypertension Summer School, promovida pela Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH). Este ano, por motivos de ordem logística, e extraordinariamente, terá lugar no outono, entre os dias 7 e 10 de novembro.

Em declarações à Just News, Fernando Pinto, membro da Comissão Organizadora, admite que a iniciativa, que vai já na sua 16.ª edição, é “um motivo de orgulho para a SPH”, sobretudo porque as dificuldades para conseguir mantê-lo são cada vez maiores.

“A Sociedade considera o Curso um dos pontos altos da sua atividade científica”, refere o cardiologista do Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV), mencionando que a estrutura desta edição é semelhante às anteriores.

Também os principais destinatários desta iniciativa são os mesmo: jovens médicos (internos de formação específica e recém-especialistas) das especialidades que se interessam pela hipertensão arterial, como a MGF, a Medicina Interna, a Cardiologia, a Nefrologia, a Endocrinologia e, cada vez mais, a Pediatria.



O Curso vai contar com o contributo de três eméritos cientistas internacionais que, em conjunto com alguns especialistas portugueses com trabalho reconhecido nesta área, abordarão tópicos importantes na HTA, desde a genética à epidemiologia, numa perspetiva “muito diferente, mas muito interessante”.

“Os grandes objetivos deste curso, cuja língua oficial é o inglês, são, além de fazer uma revisão sobre os pontos importantes da HTA, motivar os jovens médicos para a investigação nesta área e ajudá-los a compreender melhor como ler artigos científicos”, diz o ex-presidente da SPH.

O médico sublinha que os artigos nas áreas da genética e da epidemiologia, experimental ou clínica, "têm de ser interpretados com particularidades que não são irrelevantes para uma melhor compreensão e, sobretudo, para poder aplicar isso na prática clínica diária".


Organizadores, palestrantes e participantes da edição do ano passado

Inscrição gratuita

No final do Curso será feito um exame e o médico que ficar melhor classificado receberá uma bolsa de estudo com a duração de três meses. “Garantimos um estágio num serviço estrangeiro de renome, na área da investigação -- genética, farmacológica e epidemiológica. Habitualmente, tem sido realizado em Paris, uma vez que é o país com o qual temos ligações mais fortes”, explica.

Para além de garantir o estágio e fazer a ponte com os serviços onde o mesmo se possa realizar, a SPH suporta todas as despesas do Curso e a bolsa de estudo no valor de 5 mil euros.



Segundo o cardiologista, tem sido possível transmitir mensagens importantes aos jovens na sua carreira profissional e muitos deles, no complemento deste estágio, já fizeram programas doutorais, de mestrado, e alguns foram inclusivamente captados por outros países para prosseguirem a sua investigação.

“A nossa intenção é lançar algumas sementes para a investigação. Em Portugal, todos temos consciência das dificuldades que existem nesta área e a SPH dá o seu contributo para que os que frequentam o Curso possam prosseguir ou alargar as suas investigações”, afirma. E acrescenta:

“Enquanto for possível, vamos continuar a prestar este serviço aos médicos (e, em última análise, aos doentes) portugueses. Tudo isto resulta num melhor tratamento da principal causa de morte em todo o mundo, as doenças cardiovasculares, cujo principal fator de risco no nosso país é a HTA” salienta.



O Curso, que desde o início tem tido como coordenador da Comissão Organizadora o cardiologista e ex-presidente da SPH, Agostinho Monteiro, tem sido um sucesso e a prova é o facto de haver sempre mais candidatos do que aqueles que podem ser acolhidos (20 a 25).

As candidaturas estão abertas até 30 de setembro e devem ser apresentadas através do envio de carta, dirigida à Comissão Organizadora, para o e-mail:summerschool2019.sphta@gmail.com.



seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir