Intercâmbio de saberes junta especialistas de Dermatologia, MGF e Pediatria

Sempre muito procurado pelos médicos de família, mas também por dermatologistas e pediatras, o Fórum de Dermatologia realiza-se, este ano, nos dias 13 e 14 de novembro, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto.

Manuela Selores, presidente do evento, afirma que o encontro mantém o foco nas doenças mais prevalecentes: "A psoríase está na ordem do dia, já que hoje se pensa que o problema não está apenas na pele, mas também começa a ser transversal a outras especialidades médicas. Daí que o médico de família tenha que estar muito a par da patologia porque pode-nos ajudar no tratamento das comorbilidades que a doença acarreta".

Como este ano houve alguns fármacos biológicos que, entretanto, foram avaliados e disponibilizados, “este foi um tema que nos propusemos abordar”, indica a dermatologista, acrescentando: “Naturalmente, não vai ser o médico de família que vai prescrever, mas é muito importante que ele conheça os fármacos para poder elucidar o doente, já que é, no fundo, o primeiro clínico que o observa, sendo, simultaneamente, seu conselheiro.”



Partilha de casos clínicos e troca de informações

A responsável destaca o “formato interativo” da reunião, em que participam internos de especialidade do Centro Hospitalar do Porto e internos de MGF de um centro de saúde da área de influência do hospital que, nesta 28ª edição do Fórum, será do concelho de Gondomar.

Em entrevista à Just News, publicada no Jornal Médico de outubro, Manuela Selores afirma que este modelo adotado "leva a uma partilha de casos clínicos e à troca de informações, incidindo os casos clínicos nas dermatoses que aparecem mais no dia-a-dia e que vêm melhorar este intercâmbio”.



De acordo com a tradição do Fórum, parte do último dia de trabalhos, que este ano tem lugar a 14 de novembro, está reservada à Dermatologia Pediátrica, área que, de resto, é “um importante setor assistencial do Serviço”. A estrutura do programa tem mantido o modelo de dupla moderação (um especialista em Dermatologia e um especialista de MGF).

O programa pode ser consultado aqui.




A entrevista completa com Manuela Selores pode ser lida na edição de outubro do Jornal Médico.

Imprimir