João Espregueira-Mendes preside ao 16º Congresso da ESSKA - European Society of Sports Traumatology, Knee Surgery and Arthroscopy

O médico portuense João Espregueira-Mendes, diretor clínico da Clínica Espregueira-Mendes, distinguida com o prémio FIFA Medical Centre of Excellence, presidirá ao 16.º Congresso da ESSKA, naquela que é a primeira presidência portuguesa na história desta Sociedade. O tema central deste ano será: "Traumatologia Desportiva – lesões ligamentares, meniscos e cartilagem".

A cidade de Amesterdão receberá, entre os dias 14 e 17 de maio, a 16.ª edição do Congresso da ESSKA (European Society of Sports Traumatology, Knee Surgery and Arthroscopy), aquele que é o maior congresso europeu e um dos maiores do mundo em Traumatologia Desportiva – o evento deste ano conta já com a participação de 70 países (provenientes dos 5 continentes) e 4000 inscritos.

No âmbito da sua presidência neste congresso, Espregueira-Mendes, explica que "ao compreender a necessidade da Europa para padronizar o seu nível de educação médica e com o objetivo de proporcionar um sistema de saúde que garanta ao paciente uma assistência de elevada qualidade, a ESSKA mantém o seu compromisso com a formação médica de cirurgiões médicos através da estreita colaboração com muitas sociedades afiliadas nacionais do Oriente e do Ocidente da europa."

O Congresso deste ano da ESSKA inclui cursos educativos, simpósios, palestras, debates, casos clínicos, cirurgias ao vivo, entre muitas outras iniciativas. A intervenção de Espregueira-Mendes incluirá, neste certame, a participação em três conferências temáticas distintas: lesões ligamentares do joelho, nova prótese de menisco e descobrimentos portugueses denominada “Portugal The First Global Village”.

Durante o congresso da ESSKA será ainda apresentado o novo modelo do Porto Knee Testing Device, com patente portuguesa e desenvolvido pelo presidente da ESSKA, que explica em que consiste este sistema inovador: "O PKTD é o único aparelho no mundo capaz de fazer uma ressonância magnética dinâmica do joelho. É muito útil no diagnóstico de lesões ligamentares, permitindo definir os doentes que necessitam de cirurgia e aqueles que podem ser tratados com fisioterapia. Com este aparelho também é possível diagnosticar as roturas parciais e ter uma palavra nos doentes com risco de rotura. Atualmente, é reconhecido a nível mundial como aparelho de eleição para medir a instabilidade."

Imprimir