Jornadas de ORL Pediátrica congregam perspetivas de ambas as áreas

É com o objetivo de congregar as perspetivas dos especialistas de Otorrinolaringologia (ORL) e de Pediatria, acerca das patologias comuns nestas duas áreas, que se realizaram, em Vila Nova de Gaia, as 2.as Jornadas de ORL Pediátrica.

Segundo Artur Condé, presidente da reunião e diretor do Serviço de Otorrinolaringologia do Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia Espinho (CHVNG/E), tem vindo a verificar-se, na última década, um desenvolvimento de novas abordagens e técnicas, assim como o aperfeiçoamento de terapêuticas e o conceito de intervenção cada vez mais precoce na surdez infantil, atribuindo um notável destaque à patologia pediátrica do foro ORL.


“O nosso serviço tem aderido, também, ao tratamento de crianças com patologia diferenciada a nível da laringe. Tudo isto faz com que haja necessidade de, num determinado momento, congregarmos toda a informação para trocarmos impressões e realizarmos os tratamentos”, afirmou Artur Condé.


Segundo indicou, “o programa abrange praticamente todos os temas da patologia da criança na área da ORL”. “Contemplou a patologia do ouvido, a laríngea e a nasal, em que se fala da cirurgia estética e da reconstrutiva para as más formações”, destacou.


O evento contou com a presença de especialistas internacionais, como Noël Garabedian (Paris), Christian Sittel (Estugarda) e Felix Pumarola (Barcelona).


Segundo o presidente das jornadas, estas contaram com cerca de 150 inscritos.

Imprimir