Marginalidade e saúde: cuidar dos refugiados, dos sem-abrigo e dos presos

A Associação dos Médicos Católicos Portugueses, presidida por Carlos Martins da Rocha, vai organizar, na próxima terça-feira, a conferência "Marginalidade e Saúde", cujo foco estará no apoio a prestar aos mais desfavorecidos. O evento decorrerá no Porto, na Secção Regional do Norte da Ordem dos Médicos, estando o início marcado para as 21h30. A entrada é livre.

O programa da conferência está organizado em três painéis distintos. Emília Correia, da associação Médicos do Mundo Portugal, irá desenvolver o tema: "Cuidar dos Sem-Abrigo", e a diretora do Externato das Escravas do Sagrado Coração de Jesus, Irene Guia, irá proferir uma palestra sobre "Cuidar dos Refugiados". Já a coordenadora do “Grupo FosteVisitar-Me”, Cláudia Branco, e o presidente da Associação dos Médicos Católicos Portugueses desenvolverão o tema "Cuidar dos Presos".




Colaboração com todos os profissionais

Fundada em 1915, tendo por isso celebrado o seu 100º aniversário o ano passado, a AMCP é um organismo privado sem fins lucrativos que tem por finalidade congregar os profissionais da medicina que se afirmam católicos e desejam exercer a sua profissão à luz dos princípios evangélicos. 




Além de várias atividades orientadas essencialmente para os profissionais de saúde, desenvolvidas "num espírito de abertura e de colaboração", a associação "promove ou colabora na organização de encontros, de seminários, de cursos e reflexões sobre problemas com interesse para a sociedade em geral, tais como o planeamento familiar, a reprodução medicamente assistida, a educação sexual, o aborto, os transplantes de órgãos, os cuidados paliativos e a eutanásia."

Imprimir