«Menos Tuberculose Porto» vai apresentar estratégias para melhorar a prevenção da doença

Na próxima segunda-feira realiza-se a apresentação final de resultados do projeto "Menos Tuberculose Porto". O trabalho, desenvolvido sob a coordenação de Raquel Duarte, teve como objetivo "estabelecer uma estratégia eficaz de diagnóstico e tratamento precoce de tuberculose na cidade do Porto".

O evento, de entrada gratuita, decorre entre as 9h30 e as 13h00, no Auditório do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), estando a sessão de abertura exatamente a cargo de Henrique Barros, presidente do ISPUP.



A “Tuberculose em indivíduos infetados por VIH”, as “Cadeias de transmissão da tuberculose na área urbana do Porto” e a “Caracterização genética das estirpes de mycobacterium tuberculosis no Porto” são os temas de algumas das apresentações.

Durante o evento, serão ainda apresentadas mudanças estratégicas a implementar para melhorar a prevenção e controlo da tuberculose na cidade do Porto. 

O projeto “Menos Tuberculose Porto” faz parte de uma colaboração entre o ISPUP, o Instituto de Ciências da Vida e da Saúde da Universidade do Minho, a ARS Norte, o ACeS Porto Ociental e o ACeS Porto Oriental. É financiado pela contribuição da Islândia, Liechtenstein e Noruega, através do Programa Europeu EEA Grants (PT06 138DT1), no âmbito do Programa de Iniciativas de Saúde Pública (PT 06).

Imprimir


Médicos de família assinalam Dia Mundial da Asma 2019 na Sertã