Narrativa & Medicina: «Como é percebido o farmacêutico na sociedade atual?»

O Salão Nobre da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa (FFUL) acolhe, dia 13 de julho, quarta-feira, mais um seminário promovido no âmbito do projeto Narrativa & Medicina.

A sessão, com início marcado para as 17h00, está aberta ao público, sendo presidida por Matilde Fonseca e Castro, diretora da FFUL, estando a moderação a cargo de Teresa Casal, membro do Centro de Estudos Anglísticos da Universidade de Lisboa e professora da Faculdade de Letras.

Um dos intervenientes será Afonso Cavaco, professor associado na FFUL, responsável pela unidade de ensino curricular Laboratório de Farmácia (5º ano), tendo como principal interesse de investigação atual o estudo da interação entre doentes e profissionais de saúde através do método RIAS (Roter Interaction Analysis System), em especial para as consultas médicas e farmacêuticas. 
 
Afonso Cavaco irá apresentar um trabalho sobre "como é percebido o farmacêutico na sociedade atual?". Trata-se de "um estudo das suas representações em Portugal através dos meios de comunicação social".


Já a intervenção de Maria de Lurdes Tavares, médico do Centro Hospitalar Lisboa Central, estará focada no tema: "Medicina Narrativa - o percurso de uma médica".

Narrativa e Medicina

Constituído por investigadores do Centro de Estudos Anglísticos e Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa e do Centro de História da Cultura da Universidade Nova de Lisboa, entre outros, o projeto Narrativa & Medicina pretende "explorar as intersecções entre as Humanidades e a Medicina, nas relações terapêuticas com os doentes, por meio de um grupo interdisciplinar".

Imprimir