Nova identidade corporativa da Merck reflete evolução para uma «empresa global de ciência e tecnologia»

A Merck acaba de apresentar uma nova identidade corporativa. A renovação da imagem, bem como a introdução de um novo logótipo pretendem refletir a evolução da farmacêutica Merck para uma "empresa global de ciência e tecnologia ". Simultaneamente, a arquitetura da marca a nível comercial foi simplificada e, fora dos Estados Unidos e Canadá, a empresa irá operar uniformemente como Merck.

“A Merck mudou fundamentalmente nos últimos dez anos", sublinhou Karl-Ludwig Kley, presidente do Conselho Executivo e CEO da empresa. Na sua opinião, "evoluímos de um fornecedor clássico de produtos farmacêuticos e químicos para uma empresa global de tecnologia."

Explica ainda que, "com a nossa junção única de biofarmacêutica altamente especializada, ciências da vida e de produtos químicos de alta tecnologia, estamos hoje em posição de oferecer soluções para apoiar megatendências globais no âmbito da saúde e da tecnologia digital."

Com esta alteração de imagem, refere Karl-Ludwig Kley, "pretendemos comunicar este novo posicionamento aos nossos clientes, parceiros e futuros colaboradores. Queremos ser reconhecidos como Merck e fortalecer a nossa marca, que é altamente reconhecida a nível mundial. Para que isto aconteça temos, deliberadamente, de acabar com recursos desatualizados e investir numa imagem mais jovem e atraente.”



Alterações alinhadas com o trabalho desenvolvido em Portugal

Bruno Wohlschlegel, managing director da Merck Portugal refere que “a nova identidade visual e novo posicionamento enquanto empresa global de ciência e tecnologia vão ao encontro do trabalho que temos desenvolvido em Portugal, nomeadamente do nosso investimento em investigação e ciência, onde temos já parcerias com instituições de referência como a Fundação Gulbenkian, o IPATIMUP e o IBET".

O responsável acrescenta ainda: "Vamos continuar a investir nas capacidades dos jovens investigadores portugueses, que nos têm ajudado a avançar em áreas-chave, como o desenvolvimento de biomarcadores para uso mais adequado dos nossos medicamentos inovadores."



Marcas das divisões Merck Serono e Merck Millipore são eliminadas

 

Em comunicado, é adiantado que, com a introdução da nova identidade corporativa, as marcas das divisões Merck Serono e Merck Millipore serão eliminadas. Assim, de futuro, a Merck Serono vai operar como o negócio biofarmacêutico da Merck e a Merck Millipore como o negócio de ciências da vida da Merck.

"Na sequência das duas aquisições, as marcas Merck Serono e Merck Millipore ajudaram-nos a posicionar a dualidade de empresas adquiridas no mercado. Conseguimos fazê-lo. E é por isso que estamos a regressar à marca pela qual somos conhecidos há quase 350 anos.” esclarece Karl-Ludwig Kley.

Relativamente à nova imagem da Merck, é explicado que se inspira no "conceito ´vibrante´ de uma empresa de ciência e tecnologia e nas formas coloridas e multifacetadas vistas sob um microscópio". O mesmo ocorre com o logótipo, "menos complexo e que pode ser usado em diferentes cores".

Para criar uma ligação visual com o negócio nos Estados Unidos e Canadá, onde a Merck opera como EMD Serono no negócio biofarmacêutico, como EMD Performance Materials no negócio de materiais de alta tecnologia e como EMD Millipore no negócio de ciências da vida, foi criado "M" destacado do logótipo e multicolorido, com o propósito de facilitar "a associação a empresas e produtos do Grupo Merck, independentemente dos nomes e regiões", sublinha o comunicado.

Imprimir