UNODC divulga Relatório Mundial sobre Drogas 2014

A prevalência do consumo de drogas no mundo permanece estável, segundo o Relatório Mundial sobre Drogas, documento que o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) divulgou no âmbito do Dia Internacional Contra o Abuso de Drogas e o Tráfico Ilícito, assinalado no dia 26 de junho.

Cerca de 243 milhões de pessoas, ou 5% da população global entre 15 e 64 anos de idade, usaram drogas ilícitas em 2012. Consumidores de drogas problemáticos, por outro lado, somaram por volta de 27 milhões, cerca de 0,6% da população adulta mundial, ou 1 em cada 200 pessoas.

O lançamento do relatório decorreu ontem, em Viena, no decorrer das atividades que assinalaram o Dia Internacional Contra o Abuso de Drogas e o Tráfico Ilícito. Durante o evento, o diretor executivo do UNODC, Yury Fedotov, alertou para para a necessidade de existir um maior foco na saúde e nos direitos humanos de todos os consumidores de drogas, especialmente daqueles que fazem recorrem a drogas injetáveis e que vivem com HIV.

"Ainda existem sérias lacunas na prestação de serviços. Nos últimos anos, apenas 1 em cada 6 consumidores de drogas no mundo teve acesso ou recebeu algum tipo de tratamento para dependência de drogas", afirmou Yury Fedotov, salientando que, em 2012, ocorreram 200 mil mortes relacionadas com drogas.

O Relatório pode ser lido na íntegra AQUI.

Imprimir