Obra de Manuel Mendes Silva homenageia avô e apoia Associação Acreditar

“Jorge Marçal da Silva; cem fotografias de Portugal há cem anos” é o título do livro editado pela Ordem dos Médicos (OM), no âmbito das comemorações dos seus 75 anos, que reverte a favor da Acreditar (Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro).

Da autoria de Manuel Mendes Silva, urologista, em homenagem ao seu avô paterno Jorge Marçal da Silva, a obra é um testemunho histórico que assume a forma de um livro de fotografia.

Jorge Marçal da Silva (1878-1929) foi cirurgião dos Hospitais de São José e de Dona Estefânia, em Lisboa, do Hospital Militar, no tempo da guerra de 1914-18, e professor da Escola de Enfermagem Artur Ravara. Manuel Mendes Silva descreve-o como uma pessoa “hábil, inteligente, culta e ilustre”.

“Homem bom, de cultura, humanista. Homem de família e amigos, muito considerado por todos, incluindo colegas e doentes. Foi melómano, frequentador assíduo do Teatro São Carlos, e fotógrafo amador, tendo tirado cerca de duas mil fotografias, de alto valor técnico, artístico, histórico e sociológico”, menciona o urologista.

E conclui: “Além disto, o meu avô era um benemérito, fez várias ações de beneficência, logo o lançamento deste livro enquadra-se perfeitamente no seu espírito, no da família e no meu. Espero continuar. Esta foi uma seleção de cem fotografias, tenho mais 1800.”

A obra foi lançada, no passado mês de novembro, na OM, numa cerimónia presidida pelo seu bastonário, José Manuel Silva, e está à venda nas instalações das três secções regionais da Ordem e nas lojas FNAC.


Imprimir