Ordem dos Médicos Dentistas atribui Medalha de Ouro a Carlos César

O ex-presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César, vai receber na próxima segunda-feira, dia 30 de junho, a Medalha de Ouro dos Médicos Dentistas, a mais alta distinção que a Ordem atribui. A cerimónia realiza-se às 11h00, na delegação da Ordem dos Médicos Dentistas, em Lisboa, e contará com a presença de Carlos César.

O evento tem ainda presenças confirmadas do antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, do vereador da Câmara Municipal do Porto, Manuel Pizarro, e da presidente da Comissão Parlamentar de Saúde, Maria Antónia Almeida Santos.

O anfitrião da sessão, o bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas, Orlando Monteiro da Silva, revela que esta medalha é atribuída “sempre que a ação profissional, académica ou política de um cidadão, seja qual for a sua área profissional de atuação, contribua de forma relevante e inequívoca para o desenvolvimento da medicina dentária e melhore as condições para a saúde oral em Portugal. O ex-presidente do Governo Regional dos Açores é um exemplo notável em Portugal em termos de medicina dentária, já que fez da saúde oral uma prioridade, suprimindo uma grave lacuna do Serviço Nacional de Saúde na sua região“.

A atribuição da Medalha de Ouro dos Médicos Dentistas foi decidida por unanimidade pelo Conselho Diretivo da OMD.

Em todas as ilhas dos Açores está garantido o acesso à medicina dentária, o que não acontecia até 1996, quando o ex-presidente da Região Autónoma dos Açores iniciou o seu primeiro mandato e existiam apenas três médicos dentistas nas nove ilhas.

Hoje, existem médicos dentistas em todos os centros de saúde do arquipélago, exceto nas ilhas do Faial e do Corvo, devido ao reduzido número de habitantes. No entanto, são disponibilizadas as consultas necessárias à população, deslocando-se a estas duas ilhas, quando necessário, o médico dentista do centro de saúde da ilha das Flores.

Quinze dos dezasseis centros de saúde existentes nos Açores estão equipados com material para consultas de medicina dentária, uma situação sem paralelo em Portugal.

No sector privado, a população beneficia de um sistema de reembolsos das consultas, desta forma promovendo a acessibilidade à medicina dentária.

O Programa Regional de Saúde Oral, gizado por Carlos César, tem uma grande aposta na saúde escolar e na prevenção, tendo sido criado o BISO-Boletim Individual de Saúde Oral que até hoje apenas existe nos Açores.

Imprimir