Prémio AMI – Jornalismo Contra a Indiferença

É já no próximo dia 28 de fevereiro que encerra o prazo de entrega de candidaturas para a 16ª edição do Prémio AMI – Jornalismo Contra a Indiferença 2013. Podem concorrer a este prémio trabalhos jornalísticos referentes a imprensa escrita, televisão, rádio e foto-reportagem.

Esta distinção visa premiar "um trabalho jornalístico que, pela sua excecional qualidade, represente um testemunho e uma contribuição válida para que a indiferença dos poderes de opinião pública não permitam cobrir com um manto de silêncio situações intoleráveis, do ponto de vista humano, social, económico ou outro, em qualquer parte do mundo".

Podem concorrer a este prémio trabalhos jornalísticos de imprensa escrita, online, televisão, rádio e foto-reportagem cuja primeira publicação tenha tido lugar num órgão de comunicação social português durante o ano de 2013. Os trabalhos a concurso devem ser acompanhados de seis cópias ou reproduções, dados profissionais referentes ao seu autor e declaração do órgão de comunicação onde tenham sido publicados, comprovando a veracidade dos elementos referentes à publicação e data dos mesmos.

A 16ª edição do Prémio terá como júri os vencedores do ano passado, um representante da Fundação AMI, bem como um Amigo da AMI, detendo o representante da Fundação AMI, voto de qualidade.  Os resultados serão conhecidos no primeiro semestre de 2014.

O Prémio consiste numa peça de escultura oferecida pelo escultor João Cutileiro, por uma quantia de 15.000 Euros oferecida pelo patrocinador e ainda por um diploma alusivo ao mesmo.

O Regulamento pode ser consultado aqui.

Imprimir



Siga-nos no Instagram