Prémio Aveleda “Vinho Branco & Saúde” distingue investigadores do iBET

Com o objetivo de "incentivar as pesquisas e alicerçar o conhecimento no âmbito da ligação entre o vinho e a saúde", a Aveleda criou, em 2013, um Prémio de Investigação, cujo trabalho vencedor foi apresentado no dia 17 de março, no Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica (IBET), no âmbito da sessão temática de debate - "Alimentação, Saúde e Agro-Indústria, a Ciência ao serviço da Sociedade e da Economia".

O prémio Aveleda «Vinho Branco & Saúde» foi entregue ao projeto cujo contributo foi considerado pelo júri o mais relevante para o conhecimento entre o consumo moderado de vinho branco e os seus potenciais efeitos benéficos para a saúde. O júri que avaliou os trabalhos apresentados foi composto por Tim Hogg (Universidade Católica), Nuno Borges (FCNA – Universidade do Porto) e Martim Guedes (Aveleda).

Subordinado ao tema «Vinho Branco – uma opção saudável com impacto na diabetes?», o projecto da autoria de Catarina Duarte, Ana Teresa Serra, Ana Matias e Maria do Rosário, do laboratório de Nutracêuticos, será o premiado com a atribuição de uma bolsa de investigação no montante de 4.000€.

O consumo moderado de vinho, nomeadamente de vinho tinto, tem sido apontado, nas últimas décadas, por estudos como sendo potencialmente benéfico para a saúde. Contudo, em comunicado, é referido que "nos últimos anos, novas investigações, como as de Vinson e Hontz (1995) e Xanthopolou et al (2010), dão um enfoque especial ao vinho branco ao qual é atribuído um potencial idêntico ou mesmo superior ao dos vinhos tintos no que a efeitos benéficos para a saúde diz respeito, nomeadamente no seu efeito antioxidante".

Imprimir