Cepheid Talks

Reunião Anual da SPAIC dedicada à imunoterapia e imunomodulação na prática clínica

A 36.ª Reunião Anual da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC) vai realizar-se entre os dias 9 e 11 de outubro, no Centro de Congressos do Hotel Vila Galé, em Coimbra. “Imunoterapia e imunomodulação na prática clínica” é o tema da edição deste ano e, de acordo com João Fonseca, secretário-geral da SPAIC, "tem a maior importância para a melhoria dos resultados clínicos dos doentes com patologias imunoalérgicas".

Contudo, para que essa melhoria seja uma realidade, sublinha João Fonseca, "quer a imunoterapia com alergénios – capaz de mudar a história natural das patologias alérgicas –, quer as diferentes terapêuticas imunomoduladoras, da clássica ciclosporina às atuais e futuras terapêuticas biológicas, necessitam de ser adequadamente utilizadas, nos doentes certos, da forma certa. É, por isso, fundamental conhecer bem estas armas terapêuticas."

Em artigo publicado na recente edição especial de LIVE Alergologia, dedicada aos 65 anos da SPAIC, João Fonseca destaca, nomeadamente, o Simpósio SPAIC-SEAIC, "em que as sociedades irmãs (portuguesa e espanhola) discutirão, em conjunto, a imunoterapia com aeroalergénios, traduzindo a aproximação que tem ocorrido nos últimos anos e que dará mais um impulso a atividades e projetos conjuntos".

Relativamente aos cursos temáticos que decorrerão no âmbito do "mais importante acontecimento anual na área da Alergologia e Imunologia Clínica em Portugal", explica que um decorrerá no sábado, sendo "especialmente dedicado aos cuidados primários e abordará, de forma prática e interativa, os problemas associados às infeções recorrentes e também à anafilaxia". O outro curso temático, dirigido a "um público mais específico, abordará a utilização de alergénios moleculares no diagnóstico e terapêutica das patologias alérgicas".

Principais áreas temáticas a debater na reunião:
Imunoterapia com alergénios
Terapêuticas biológicas - evidências e perspetivas
Imunomodulação no doente de difícil controlo
Angiodema hereditário - da patogenia às terapêuticas biológicas
Abordagem molecular na doença alérgica
Terapêuticas biológicas na asma brônquica
Fenótipos na imunodeficiência comum varável
Hipersensibilidade a fármacos/indução de tolerância



Data limite para submissão de resumos: 31 de julho.
O melhor trabalho de cada sessão será premiado.

Imprimir


Próximos eventos

Ver Agenda