SCML premeia quem se destacou no «cuidado a idosos e no progresso da medicina»

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) encontra-se a promover uma nova edição dos Prémios "Nunes Correa Verdades de Faria". O prazo para apresentação das candidaturas termina a 31 de janeiro.

Estes prémios distinguem personalidades que "se destacaram no cuidado a idosos e no progresso da medicina e dos tratamentos das doenças do coração dos mais velhos", refere a SCML, recordando que foram criados para cumprir a vontade expressa em testamento pelo benemérito Enrique Mantero Belard, "um dos últimos grandes beneméritos portugueses".

Os três prémios pecuniários anuais, cada um no valor de 12.500€, visam distinguir os indivíduos de qualquer nacionalidade que, em Portugal, mais tenham contribuído pelo seu esforço, trabalho ou estudos, para cada uma das seguintes áreas:
- o cuidado e carinho dispensados aos idosos desprotegidos; 
- o progresso da medicina na sua aplicação às pessoas idosas;
- o progresso no tratamento das doenças do coração.  

O júri, presidido pelo provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, é composto por personalidades de "reconhecido mérito no âmbito da segurança social e da saúde".

O Regulamento dos Prémios pode ser consultado aqui.

Enrique Mantero Belard foi um dos últimos grandes beneméritos portugueses. Nascido em 1903, tinha especial talento para o comércio e finanças. Foi casado com D. Gertrudes Eduarda Verdades de Faria que dedicava especial atenção aos artistas, idosos e pessoas desprotegidas.

Mantero Belard morreu em 1974 e no seu testamento deixou à Santa Casa da Misericórdia de Lisboa uma parte significativa dos seus bens, mediante a condição de esta instituição atribuir três prémios pecuniários anuais distintos destinados a galardoar os indivíduos que mais se tenham distinguido nos cuidados a idosos.

Contactos:

Tel: 21 323 52 77/721
Email: provedoria@scml.pt

Imprimir