Semana Internacional da Tiroide: campanha alerta para 5 sintomas

Durante a Semana Internacional da Tiroide, que decorre de 25 a 30 de maio, chama-se a atenção para cinco motivos pelos quais a população deve estar atenta às doenças da tiroide: deficiência de iodo, ansiedade e depressão, infertilidade, doença autoimune e cancro da tiroide.

O tema da campanha pretende alertar para as várias doenças que podem ser provocadas pelo mau funcionamento da tiroide e combater o desconhecimento ainda existente sobre uma doença que atinge mais de 300 milhões de pessoas em todo o mundo. Em Portugal, as doenças da tiroide já afetam mais de um milhão de pessoas.

"As doenças associadas à Tiroide são cada vez mais frequentes, mas podem ser prevenidas ou facilmente tratadas quando diagnosticadas atempadamente. Preocupante é o desconhecimento da população relativamente aos efeitos desta patologia que afeta a saúde e a qualidade de vida. Por isso, é fundamental informar a população e estar alerta para os sintomas", refere Luis Raposo, coordenador do Grupo de Estudo da Tiroide (GET) da Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo (SPEDM).

As doenças da tiroide atingem maioritariamente as mulheres (8 vezes mais mulheres do que homens), grávidas e crianças. As mais comuns são as de natureza imunológica. O funcionamento deficiente do sistema imunitário leva, frequentemente, a que este ataque a tiroide, com consequências para o normal funcionamento desta glândula e que se podem traduzir por hipotiroidismo ou hipertiroidismo, situações em que a tiroide produz quantidades insuficientes ou excessivas de hormonas tiroideias, respetivamente.

Uma pessoa com hipotiroidismo, por exemplo, pode sofrer de depressão, irritabilidade, ritmo cardíaco mais lento e aumento de peso. O tratamento é bastante simples, mas nem sempre a pessoa identifica facilmente os sintomas a uma doença da tiroide.

O mau funcionamento da tiroide pode ainda ser responsável por situações de infertilidade, tanto em mulheres como em homens, uma vez que as hormonas produzidas por esta glândula, localizada no pescoço, interagem continuamente com outras hormonas, principalmente hormonas sexuais.

Já o iodo é fundamental para a normal produção das hormonas tiroideias, desempenhando um papel importante no desenvolvimento fetal e infantil e na vida adulta. Uma deficiência deste elemento químico natural é, assim, prejudicial à saúde em todas as idades.

O cancro da tiroide não é tão frequente como outros tipos de cancro, além de ter cura na maior parte dos casos. Nos 27 países da União Europeia, e de acordo com o Observatório Europeu do Cancro (ECO), foi observada em 2012 uma taxa de incidência anual de 6,5 em cada 100 mil indivíduos e uma taxa de mortalidade de 0,4%. Portugal apresenta em relação à média europeia uma menor taxa de incidência (4,4). A taxa de incidência é cerca de 3 vezes maior no sexo feminino (6,4 versus 2,2).

Ações de sensibilização e informação em todo o país

No âmbito da Semana Internacional da Tiroide, realizam-se rastreios gratuitos em vários pontos do país e os profissionais de saúde presentes vão transmitir mensagens-chave sobre a doença e a importância de vigiar a tiroide.

25 de maio | Porto | Ipatimup
Das 9h00 às 11h00 – Rastreio: Medicação dos níveis de TSH e ecografia da tiroide
Das 11h00 às 12h30 – Conferência subordinada aos temas Tiroidite de Hashimoto, Nódulos da tiroide, Iodo, Tiroide e gravidez Oradores: Prof. Helena Cardoso, Dra. Ana Paula Marques, Dr. Luis Raposo, Dra. Maria João Oliveira, Prof. Sobrinho Simões.

26 de maio | Lisboa
Das 9h00 às 18h00 – Cuf Descobertas | Rastreio
18h30 – Auditório do Hospital da Luz | Sessões de esclarecimento abertas ao público.

28 de maio | Lisboa
Das 9h00 às 13h00 – Praça da Figueira, Lisboa | Rastreio + Ação «High Five!»
Nesta ação, as pessoas serão incentivadas a dar um «High Five!» pela prevenção das doenças da Tiroide.

29 de maio | Amadora
18h00 – Auditório do Hospital da Luz - Centro Clínico da Amadora | Sessões de esclarecimento abertas ao público.

31 de maio | Oeiras
11h00 – Auditório do Hospital da Luz – Clínica de Oeiras | Sessões de esclarecimento abertas ao público

As ações de sensibilização da Semana Internacional da Tiroide resultam de uma organização conjunta entre o Grupo de Estudo da Tiroide (GET) da Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo (SPEDM), da Associação de Doenças da Tiroide (ADTI), da Federação Internacional da Tiroide, da Merck Serono e de outras entidades.

Acompanhe as iniciativas da Semana Internacional da Tiroide em www.facebook.com/doencastiroide

Imprimir