Sociedade Portuguesa de Hipertensão: Fernando Pinto «entrega chaves» a Mesquita Bastos

O presidente cessante da Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH), Fernando Pinto, entregou simbolicamente, no passado sábado, as chaves da sede e da delegação do Porto da SPH ao seu sucessor e amigo José Mesquita Bastos.



“Ao fim de 12 anos na direção da SPH e, particularmente, dos dois últimos anos com responsabilidades acrescidas, considero ter dado um pequeno contributo para a génese, crescimento e engrandecimento desta que é hoje reconhecida como uma das maiores sociedades científicas nacionais e com inegável e crescente prestígio internacional”, disse Fernando Pinto, cardiologista do Hospital de Santa Maria da Feira, durante o seu discurso, referindo que, contudo, muito ficou ainda por fazer.

No entanto, o ex-presidente afirma-se convicto de que os vindouros “continuarão e acrescentarão de forma marcante este percurso da ainda jovem, mas bem madura SPH”.

Fernando Pinto não deixa de reiterar os seus “profundos e sinceros” agradecimentos a todos aqueles que integraram os diferentes corpos sociais da sociedade e, em especial, aos que, com ele, constituíram a direção agora cessante, bem como a todos os que, “de forma desinteressada”, o apoiaram e deram importantes contributos para o desempenho das funções que agora cessou.

“Continuarei a envergar na lapela este pin (da SPH) de que tanto me orgulho e no coração trarei sempre a Sociedade Portuguesa de Hipertensão”, salientou.

Para terminar, Fernando Pinto saudou os novos corpos sociais, desejando “maiores sucessos”. “Doravante, como simples sócio, manifesto a minha disponibilidade para continuar a colaborar em tudo o que os meus parcos préstimos possam servir”, concluiu.

Imprimir


Próximos eventos

Ver Agenda