STEMICARE em Fátima apoia profissionais dos serviços de Urgência no tratamento do enfarte

A equipa do projeto STEMICARE, da Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC), decidiu realizar, este sábado, mais um Curso Avançado em Abordagem Intra-Hospitalar Precoce do Enfarte Agudo do Miocárdio com Supra de ST.

A ação é dirigida a profissionais dos serviços de Urgência do CHLeiria "e respetivos hospitais referenciadores, bem como aos profissionais do INEM", explica Sílvia Monteiro, cardiologista do CHUC e coordenadora deste curso.


A iniciativa é organizada no âmbito do Stent for Life, uma iniciativa europeia de intervenção na área da saúde cardiovascular, implementada em Portugal pela APIC, uma organização integrada na Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC). 

Promovida em colaboração com o Serviço de Cardiologia do Centro Hospitalar de Leiria, esta ação conta, aliás, com a presença de João Morais, presidente da SPC e diretor do Serviço de Cardiologia deste centro hospitalar.



De acordo com Sílvia Monteiro, tendo em conta a grande afluência de peregrinos a Fátima, o objetivo é que a formação se realize "na véspera da entrada dos serviços em plano de contingência, para uma maior sensibilização dos profissionais e organização dos serviços".

Em declarações à Just News, a cardiologista explica que a ação é dirigida a médicos que trabalham nos serviços de Urgência, "para que o diagnóstico e a orientação para o tratamento adequado sejam feitos da forma mais célere possível".

Segundo a especialista, “o diagnóstico precoce e a instituição de terapêutica de reperfusão atempada constituem a chave do sucesso na abordagem do enfarte agudo do miocárdio com supradesnivelamento de ST - EAMcST". Nesse sentido, não hesita em considerar "essencial sensibilizar e motivar todos os profissionais envolvidos no tratamento destes doentes, apostando na sua formação e atualização, para que possam aderir às novas estratégias de abordagem”.



Campanha alerta para a "identificação precoce dos sintomas"


Além do Curso STEMICARE que se realiza em Fátima, Sílvia Monteiro adianta que, entre os dias 7 e 13 de maio, irá decorrer a campanha "O enfarte não pode esperar. 112 uma linha que nos une à vida!", que inclui a distribuição de materiais informativos nos postos de assistência da Cruz Vermelha Portuguesa. 

A iniciativa visa "sensibilizar e informar os peregrinos para a identificação precoce dos sintomas sugestivos de Enfarte Agudo do Miocárdio (EAM)" e para a necessidade de ligar imediatamente para o 112, "contribuindo desta forma para reduzir o número de mortes e complicações associadas a esta patologia".

O objetivo central é "salvar vidas, isto é, reduzir a mortalidade e melhorar a qualidade de vida dos doentes que sofrem um EAM".

Ações mensais em diferentes hospitais do país

Depois da primeira ação de formação do STEMICARE se ter realizado o ano passado, no Congresso Português de Cardiologia, já vários outros cursos se realizaram. De acordo com Sílvia Monteiro, estão a ser planeadas ações mensais em diferentes hospitais do país com laboratório de hemodinâmica e continuarão a ser convidados os profissionais de todos os hospitais regionais referenciadores para a instituição onde se vai realizar a ação.

A equipa de formadores é constituída por 14 médicos, cardiologistas e internos da especialidade, do CHUC, do Hospital de Braga e do Centro Hospitalar de Setúbal.  

Equipa do STEMICARE: 
Atrás - Carlos Braga (H. Braga), Luís Leite (CHUC), Hélder Pereira (Champion do Stent for Life), Rui Batista (CHUC) e Manuel Santos (CHUC).
À frente - Célia Domingues (CHUC), Sílvia Monteiro (CHUC), Elisabete Jorge (CHUC), Sofia Mendes (CHUC) e Sara Gonçalves (H. Setúbal).

Ausentes na foto: Rita Ferreira (CHUC), Catarina Quina (H. Braga), Carina Arantes (H. Braga), Glória Abreu (H. Braga), Juliana Martins (H. Braga).

Imprimir