STEMICARE: Projeto apoia profissionais dos serviços de Urgência no tratamento do enfarte

Com o objetivo de rever a abordagem intra-hospitalar precoce do enfarte agudo do miocárdio com supradesnivelamento de ST (EAMcST) de forma prática, atual e adaptada à realidade nacional, o Auditório da Escola Superior de Enfermagem S. João de Deus, em Évora, vai acolher, esta sexta-feira, o Curso STEMICARE.

Em declarações à Just News, Sílvia Monteiro, cardiologista do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) e coordenadora deste curso, explica que a ação é dirigida a médicos que trabalham nos serviços de Urgência, "para que o diagnóstico e a orientação para o tratamento adequado sejam feitos da forma mais célere possível".




De acordo com a especialista, “o diagnóstico precoce e a instituição de terapêutica de reperfusão atempada constituem a chave do sucesso na abordagem do EAMcST. É essencial sensibilizar e motivar todos os profissionais envolvidos no tratamento destes doentes, apostando na sua formação e atualização, para que possam aderir às novas estratégias de abordagem”.

Quando questionada acerca das principais necessidades formativas destes profissionais - sobretudo internos e especialistas de Medicina Interna, Medicina Intensiva e Emergência Médica – a coordenadora do STEMICARE menciona que se prendem essencialmente com o diagnóstico e a abordagem inicial das síndromes coronárias agudas, com a seleção da estratégia de reperfusão miocárdica e orientação rápida do doente para o laboratório de hemodinâmica e com a identificação e tratamento das principais complicações do EAM.



Sílvia Monteiro esclarece que “o curso foi elaborado de forma simples, prática e direta e pensado especificamente para as exigências dos seus destinatários, com recurso a múltiplos algoritmos de decisão terapêutica, que serão repetidos exaustivamente nas diversas sessões teóricas e práticas, de forma a facilitar e consolidar a aprendizagem de conceitos fundamentais na abordagem do EAMcST". Acrescenta ainda que o grupo de formandos será, posteriormente, dividido em pequenos grupos, para que possam discutir casos clínicos reais de “forma mais interativa”.

STEMINEM DAY  “excedeu todas as expectativas”

A cardiologista lembra que este projeto está inserido na iniciativa Stent for Life, da Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular, e surgiu no seguimento do STEMINEM DAY, uma ação de formação destinada aos profissionais do INEM, cuja adesão “excedeu todas as expectativas”, refletindo as necessidades de formação nesta área. “Decidimos posteriormente estender a formação aos profissionais dos serviços de urgência”, conta.



Ações mensais em diferentes hospitais do país

Esta é a segunda ação de formação do STEMICARE, a primeira teve lugar no Congresso Português de Cardiologia, que se realizou de 23 a 26 de abril, em Vilamoura. De acordo com Sílvia Monteiro, estão a ser planeadas ações mensais em diferentes hospitais do país com laboratório de hemodinâmica. Serão convidados os profissionais de todos os hospitais regionais referenciadores para a instituição onde se vai realizar a ação.

A equipa de formadores é constituída por 14 médicos, cardiologistas e internos da especialidade, do CHUC, do Hospital de Braga e do Centro Hospitalar de Setúbal.  

Equipa do STEMICARE:
Atrás - Carlos Braga (H. Braga), Luís Leite (CHUC), Hélder Pereira (Champion do Stent for Life), Rui Batista (CHUC) e Manuel Santos (CHUC).
À frente - Célia Domingues (CHUC), Sílvia Monteiro (CHUC), Elisabete Jorge (CHUC), Sofia Mendes (CHUC) e Sara Gonçalves (H. Setúbal).

Ausentes na foto: Rita Ferreira (CHUC), Catarina Quina (H. Braga), Carina Arantes (H. Braga), Glória Abreu (H. Braga), Juliana Martins (H. Braga).





Imprimir